GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Um calor de derreter os miolos

Uma cidade com cerca de 220 000 habitantes, como Baton Rouge, no Estado americano da Louisiana, tem pontos em que a temperatura do ar chega a 65 graus Celsius. É o que mostra a foto à direita, batida com uma câmera da Nasa que detecta raios infravermelhos. O flagrante foi feito no início de uma tarde de maio, de um jato que sobrevoou Baton Rouge a uma altura de 2 quilômetros. As chamadas ilhas de calor são bolhas de ar superaquecido que se criam sobre as construções de concreto e o asfalto das ruas e estradas, e que ajudam a esquentar o ambiente. Elas aparecem durante o dia, quando o sol bate forte. Mas, ao contrário das áreas com vegetação e água, não se resfriam à noite. Segundo Jeff Luvall, que coordena a pesquisa, a melhor solução para reduzir tanto calor é mesmo plantar árvores.

Frescura vegetal

As áreas pintadas de verde representam a vegetação. Parques e praças têm temperaturas por volta de 25 graus Celsius.

Estrada

O amarelo mostra estradas e ruas, onde a pavimentação faz a temperatura atingir pelo menos 45 graus Celsius.

Inferno no telhado

A cor vermelha indica o topo de prédios. Por causa do concreto, a temperatura nessas áreas chega a 65 graus Celsius.