GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Um rio das arábias

Pode parecer apenas uma fantasia das mil e uma noites, mas Farouk El-Baz, diretor do Centro de Sensoriamento Remoto da Universidade de Boston, garante que não se trata de ilusão: até 6 000 anos atrás, a desértica Península Arábica foi cortada por um enorme rio, com cerca de 840 quilômetros de largura. A descoberta dói anunciada após um estudo minucioso de uma série de fotos de alta-definição feitas pelo satélite Landsat, nas quais aparece a falha criada pelo que teria sido um amplo vale fluvial.
Para El-Baz, a hipótese é totalmente viável, já que, entre 11 000 e 6 000 anos atrás, quando a terra emergiu da última glaciação, o clima na península era úmido e poderia ter propiciado a presença do rio. Ano que vem, a equipe da Universidade de Boston pretende aproveitar as imagens de radar do satélite, que penetram camada superficial da areia, para declimitar as margens do rio que, segundo o pesquisador, nascia nas Montanhas de Hijaz – lado ocidental da Arábia Saudita – e desembocava onde hoje se encontra o Kuwait.