Clique e assine a partir de 8,90/mês

13 tesouros perdidos que podem te deixar milionário

Se você curte brincar de "caça ao tesouro", estes itens podem te deixar bem de grana para o resto da vida

Por Tiago Cordeiro - Atualizado em 14 fev 2020, 17h32 - Publicado em 31 out 2017, 13h58
Alexandre Camanho/Mundo Estranho

1) BAÚS DE OURO DO NAVEGADOR THOMAS CAVENDISH

O que é Entre 1586 e 1588, o navegador britânico Thomas Cavendish (1560-1592) rodou o mundo, passando por Peru e China. No caminho, saqueou o que pôde, inclusive as riquezas do galeão Santa Ana, que levava especiarias e peças de ouro das Filipinas a Acapulco, no México.

Como sumiu As riquezas, que incluíam peças de ouro incas e astecas, teriam sido escondidas pelo próprio navegador.

Onde pode estar Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, abriga dezenas de embarcações que naufragaram ao longo dos últimos quatro séculos. Também esconde tesouros deixados por piratas. A praia do Saco do Sombrio, na borda oeste da baía dos Castelhanos, era uma das preferidas: tem acesso difícil por terra, é cercada por montanhas e tem saída para o oceano Atlântico.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

Um dos tesouros mais famosos que estariam no local é o de Cavendish. Morador de Ilhabela, o engenheiro belga Paul Ferdinand Thiry começou a procurar o butim em 1939. Contou até com a ajuda da Marinha, mas morreu em 1979 sem achar nada. Desde então, moradores e turistas buscam sem sucesso. Além do fundo do mar, os baús podem estar enterrados ou escondidos em cavernas.

A costa brasileira abriga outros tesouros. O navio Santa Rosa, que sumiu em 1726 no Nordeste, levava ouro e prata avaliados em US$ 400 milhões. O Rainha dos Anjos, que sumiu em 1722 na baía de Guanabara, tinha cerca de US$ 500 milhões de dólares em riquezas.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

2) Ouro de Lima

O que é Em 1820, os espanhóis fugiram de Lima, Peru, durante uma revolta civil. O vice-rei escapou com ouro, prata e joias, além de 113 estátuas religiosas de ouro (incluindo uma Virgem Maria em tamanho real), 273 espadas com joias encravadas e pelo menos mil diamantes.

Como sumiu O capitão William Thompson, encarregado de levar a carga para a Espanha, matou os guardas reais e fugiu para a Costa Rica. Foi capturado pelos espanhóis, mas escapou de novo e desapareceu sem dar pistas sobre onde deixou as riquezas.

Onde pode estar Na ilha do Coco, na Costa Rica, que até hoje recebe caçadores de relíquias do mundo todo. O presidente dos EUA Franklin D. Roosevelt (1882-1945) e o ator Errol Flynn (1909-1959) organizaram, em vão, expedições para achar o tesouro.

Continua após a publicidade
Alexandre Camanho/Mundo Estranho

3) Tesouros de barbanegra

O que é Edward Teach (1680-1718) se especializou em saquear embarcações espanholas cheias de ouro dos incas e dos maias. Por ser o pirata mais eficiente da sua época, o tesouro acumulado por ele é lendário.

Como sumiu A bordo do navio Queen Anne’s Revenge, armado com 40 canhões, ele interceptou dezenas de embarcações que saíam do Caribe e do México carregados de riquezas. Mas ninguém sabe onde ele escondia o ouro.

Onde pode estar Em alguma ilha na faixa de oceano entre o litoral do Caribe e a costa dos EUA. Parte pode estar no mar: um dos navios tomados por Barba Negra foi afundado na Carolina do Norte (EUA) e outro, nas Bahamas.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

4) Bolada da máfia

O que é US$ 7 milhões de dólares que o mafioso Arthur Flegenheimer (1902-1935), especializado na distribuição de cerveja durante a Lei Seca nos EUA, escondeu antes de ser julgado por evasão de divisas.

Como sumiu Em 1935, o mafioso e seu segurança (únicas pessoas que sabiam onde a grana estava escondida) foram baleados em um restaurante. Historiadores ainda tentam entender o que Arthur disse nas últimas horas de vida e se deixou outra pista sobre os dólares enterrados.

Onde pode estar Parece coisa de filme, mas, enquanto agonizava, o mafioso teria mencionado um bosque nos arredores de Nova York. Seus comandados e comparsas passaram cinco anos vasculhando o local, mas nada de achar o dinheiro…

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

5) Moedas viajantes

O que é Seis barris com 5 mil moedas de US$ 0,10.

Como sumiu A carga partia de Denver para Phoenix, nos EUA, em 1907. Como na época era comum que os trens circulassem com as portas dos vagões abertas, não se sabe se os barris foram roubados ou se caíram.

Onde pode estar Em algum lugar no caminho de 1,5 mil km entre as duas cidades. Mas a busca compensa: hoje as moedas são famosas por terem sido criadas pelo engenheiro Charles E. Barber e valem US$ 600 cada uma.

Continua após a publicidade
Alexandre Camanho/Mundo Estranho

6) Ovo de fabergé

O que é Oito das 50 joias criadas pelo russo Peter Carl Fabergé (1846-1920) entre 1855 e 1917. O primeiro da série foi um presente para a imperatriz Maria Fedorovna (1847-1928), esposa do czar Alexandre 3o (1845-1894). Feitos de pedras e metais preciosos, os ovos se abriam e abrigavam pequenos (e valiosos) presentes. O acabamento e o mecanismo de abertura faziam deles obras únicas.

Como sumiu Com a Revolução Russa, os ovos passaram a ser considerados objetos decadentes e foram guardados. Em 1927, com as finanças do regime socialista indo mal, o líder Josef Stalin (1879-1953) precisou vender 40 unidades. As dez que sobraram estão em museus russos. Das vendidas, oito estão desaparecidas. O ovo na ilustração é um dos deles, feito para os 15 anos da morte de Alexander 3o. Dentro, ficava um busto do czar, feito de ouro.

Onde pode estar Em qualquer lugar do mundo, especialmente nas mãos de colecionadores da Europa, dos EUA e do Oriente Médio.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

7) Painéis sagrados

O que é O conjunto de quadros A Adoração do Cordeiro Místico, de Hubert e Jan van Eyck, criado no século 15 e doado para a Catedral de São Bavo, na Bélgica.

Como sumiu Em 1934, um ladrão sequestrou dois dos 24 painéis que integram a obra. Como não obteve o valor pedido para o resgate, parou de enviar cartas negociando a devolução.  (Nos últimos 150 anos, outros pedaços da obra já foram roubados seis vezes – só os alemães os tomaram duas vezes, na 1ª e na 2ª Guerra Mundial.)

Onde pode estar Não se faz a menor ideia. A própria identidade do ladrão é controversa. O maior suspeito, o artista amador Arsène Goedertier, morreu meses depois – ele teria confessado o roubo no leito de morte, sem dizer onde escondeu as peças. As telas foram substituídas por réplicas, elaboradas durante um trabalho de restauração. E a busca pelos originais continua

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

8) Quarto âmbar

O que é Um quarto, instalado em um palácio nos arredores de São Petersburgo, Rússia, com paredes forradas por 6 toneladas de âmbar e decoradas com ouro e pedras preciosas.

Como sumiu Os nazistas encontraram o quarto durante um cerco à cidade e levaram as placas de cada parede para um castelo em Königsberg, Alemanha. Perto do fim da 2ª Guerra Mundial, quando os russos se aproximavam, o quarto inteiro desapareceu.

Onde pode estar Destruído por bombardeios ou enterrado nos arredores do mar Báltico – a região ainda hoje é revirada por caçadores dos tesouros pilhados pelos alemães.

Continua após a publicidade
Alexandre Camanho/Mundo Estranho

9) Pôster misterioso

O que é Cartaz para a versão norte-americana do filme Metropolis, dirigido pelo alemão Fritz Lang (1890-1976). Depois que o filme virou um clássico, surgiram descrições do cartaz veiculado nos EUA: quem diz que viu garante que é parecido com a versão alemã.

Como sumiu A versão que rodou nos EUA foi encurtada, deixando o filme incompreensível. Com isso, a película não emplacou e logo saiu de cartaz, sem ninguém se importar em guardar os cartazes.

Onde pode estar Nas mãos de colecionadores fanáticos por cinema.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

10) Filme perdido de hitchcock

O que é O primeiro filme de Alfred Hitchcock, The White Shadow, rodado em 1923. A obra foi distribuída mundialmente, mas fez pouco sucesso.

Como sumiu Na época, era comum haver incêndios em estúdios por causa dos rolos inflamáveis ou os produtores descartarem o material ao fim de uma turnê. Em 2011, uma cópia parcial, com a primeira metade do filme, foi encontrada na Nova Zelândia graças a um antigo projetista que não descartava os filmes que apreciava.

Onde pode estar Na Nova Zelândia, na Austrália ou em alguma cidade europeia em que o filme tenha sido exibido.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

11) O homem de Pequim

O que é Descoberto na China entre 1927 e 1933, nos arredores de Pequim, o conjunto de ossadas aponta para um hominídeo que teria vivido entre 400 mil e 800 mil anos atrás. É um grande achado arqueológico, que pode ajudar a entender o surgimento da linguagem humana.

Como sumiu Em setembro de 1941, a China despachou os ossos para os EUA, onde estariam mais seguros durante a 2ª Guerra Mundial. O pacote, porém, nunca chegou ao destino.

Onde pode estar O mais provável é que tenham ido parar em algum vilarejo e sido moídos e leiloados como pó (mágico) de ossos de dragão.

Continua após a publicidade

12) Archaeopteryx

O que é O fóssil que evidencia que as aves descendem dos dinossauros. Em 1956, só existiam dois exemplares.

Como sumiu Em 1974, o dono do fóssil mais completo, Eduard Opitsch, recusou a vendê-lo por US$ 10 mil e retirou a peça do museu onde estava, o Maxberg, na Alemanha. Ninguém nunca mais a viu.

Onde pode estar Opitsch morreu em 1991 e não deixou nenhuma pista do paradeiro do Archaeopteryx.

13) Tesouro de Bagdá

O que é Milhares de peças do acervo do Museu de Bagdá, no Iraque, cobrindo 3,5 mil anos de história.

Como sumiu Em 2003, o museu ficou abandonado pela aproximação das tropas dos EUA, que invadiram o país. Cerca de 15 mil peças foram roubadas: cilindros com papiros, cabeças de esculturas, amuletos de ouro, armas assírias etc.

Onde pode estar Na casa dos iraquianos, como decoração. Mas uma campanha de esclarecimento levou muitas famílias a devolver as obras que pegaram. O que continua desaparecido deve estar no mercado negro de obras de valor histórico, em especial na Jordânia, na Arábia Saudita, na Síria e no Kuwait.

Alexandre Camanho/Mundo Estranho

RECOMPENSA GARANTIDA

Tesouros já encontrados que animam os caçadores a continuar suas buscas

Continua após a publicidade

No fundo do mar
Em 1804, durante uma guerra naval, o navio espanhol Nuestra Señora de las Mercedes afundou na ilha portuguesa de Faro. Desde então, o navio passou a ser procurado porque levava uma carga de moedas de ouro e prata, que valem US$ 650 milhões. Em 2007, a empresa norte-americana Odyssey Explorer, especializada em caçar tesouros, localizou as riquezas.

Perdida no museu
Desde que os Manuscritos do Mar Morto foram encontrados, em 1947, arqueólogos buscam mais papiros com textos creditados aos essênios e que tem cerca de 3,5 mil anos. Em abril deste ano, o egiptólogo britânico John Taylor identificou um desses papiros por acaso durante uma visita ao museu Queensland, na Austrália.

Na seca
No século 17, os suecos invadiram a Polônia e promoveram uma série de saques. Dez toneladas de joias, estátuas e peças de ouro e cerâmica estavam em um navio que afundou no rio Vístula. As riquezas foram reencontradas em setembro de 2012 graças à maior seca do rio nos últimos 350 anos.

Na seca 2
Uma estátua de 7 m de altura, que retrata o faraó Amenhotep III, foi encontrada no rio Nilo em 1889. Faltavam pedaços que foram completados com gesso – o original é de granito. A busca por essa parte da obra, que incluía o peito, a coroa e a perna direita, continuou até janeiro de 2011, quando arqueólogos a resgataram do leito do rio egípcio.

(*) Segundo avaliadores de relíquias

CONSULTORIA Nigel Pickford, historiador e autor de The Atlas of Shipwrecks & Treasure

FONTES Site http://www.shipwreck.net e livros O Tesouro do Sombrio, de Otávio Pimentel Martins, Faberge’s Eggs: The Extraordinary Story of the Masterpieces that Outlived an Empire, de Tony Faber, The Amber Room: The Fate of the World’s Greatest Lost Treasure, de Adrian Levy e Catherine Scott-Clark, Blackbeard: America’s Most Notorious Pirate, de Angus Konstam, Abraham Lincoln, de James M. McPherson, e The Encyclopedia of Alfred Hitchcock, de Thomas Leitch

Publicidade