GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como é feito um isolamento acústico?

isolamentoacustico isolamentoacustico

isolamentoacustico (/)

Pergunta do leitor – Rodrigo Borges,

Vitória da Conquista, BA

Com janelas especiais e camadas de materiais específicos nas paredes e no teto. Esses materiais se dividem em dois tipos. Os isolantes, como concreto, argamassa e gesso, são mais densos e pesados, usados para impedir a passagem do som para fora. Já os absorvedores, como espuma e lã de vidro, são mais leves e diminuem a reverberação e os ruídos dentro do local. São ideais para estúdios. Mas isso, claro, só vale se a sala for construída do zero. Se ela já está “pronta”, o único jeito é cobrir o interior com revestimentos como isopor ou cortiça. Não improvise: a obra precisa ser vistoriada e aprovada pelos Bombeiros, que verificam a adequação dos materiais

Ilha do som

Do piso ao teto, tudo precisa ser diferenciado para isolar o ambiente

CAMADAS CALADAS

As paredes e o teto são construídos com uma câmara entre duas camadas.de tijolos. Nela, é colocado um suporte de madeira, onde são encaixadas placas de um material isolante ou absorvedor. Quanto mais “fatias”, melhor. O ideal é fazer combinações. Por exemplo: 12 cm de gesso acartonado mais 4 mm de lã mineral reduzem a passagem de som em 40 decibéis

VISÃO SURDA

As janelas levam vidros duplos: uma moldura espessa com laterais envidraçadas e uma câmara de ar (ou outro gás) no meio. Quanto maior a espessura dessas camadas, menor a reverberação. E cada vidro também pode ser laminado, ou seja, composto de duas vidraças coladas com resina transparente

FAZENDO A FEIRA

A técnica caseira mais popular é revestir paredes e teto com caixas. de ovos, feitas de poliuretano ou cartolina. O metro quadrado pode ser encontrado por R$ 5 na internet. Mas a qualidade é baixa, pois a caixa é uma péssima absorvedora acústica e, como isolante, reduz a passagem de som em apenas 20%

PORTA-VOZ

Quanto mais grossa a porta, melhor. As ideais têm, em média, entre 50 e 70 mm de espessura de madeira densa, como o carvalho, com camadas internas de chumbo e lã mineral. No chão, entre o concreto e o revestimento final (carpete ou assoalho), usam-se camadas parecidas com as das paredes

FONTES Acoustic Absorbers and Diffusers – Theory, Design and Application, de Trevor D. Cox e Peter D¿Antonio, Associação Brasileira de Normas Técnicas, sites A Casa da Acústica, Teoria Engenharia Acústica e The Telegraph

CONSULTORIA João Afonso Abel Jankovitz, engenheiro da Acústica Brasileira Engenharia Ltda.