Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Como era uma sessão de tortura na Cadeira de Dragão?

Método de eletrocução era um dos favoritos da Ditadura Militar no Brasil

Por Tiago Cordeiro
Atualizado em 22 fev 2024, 10h36 - Publicado em 9 set 2015, 17h53
Torturas com eletricidade

ILUSTRA Abacrombie Ink

1. A Cadeira do Dragão parecia com aqueles antigos assentos de barbeiro, pesados e largos, feitos de madeira. Mas uma cobertura com folha de zincoligada a um regulador de voltagem a transformava numa “cadeira elétrica caseira”. Era usada quando o cativo sobrevivera a outros castigos sem revelar nada

2. Suas roupas eram arrancadas e ele era colocado sobre o móvel, com as mãos amarradase as pernas travadas para trás. Aí vinha a pressão psicológica. O torturador descrevia tranquilamente as consequências do aparelho (como convulsões e perda do controle intestinal), liberando alguns choques para reforçar a argumentação…

3. Se isso não surtisse efeito, era liberada uma descarga elétrica completa.O preso sentia todo o corpo tremer, especialmente as partes em contato com o zinco. A duração e a intensidade eram controladas para não matá-lo de vez, podendo ser aumentadas a cada dose, que eram alternadas com gritos e espancamentos

4. Para piorar, a vítima podia ganhar um balde de ferrona cabeça, que potencializava o choque no rosto. Ou ainda fios desencapados ligados diretamente aos dedos dos pés e das mãos. Ou banhos de água (que conduz eletricidade). Ou um punhado de sal na boca (que multiplicava a dor)

Continua após a publicidade

CURIOSIDADE

Uma forma mais simples de eletrocução era o contato com fios desencapados, cuja corrente era gerada em um aparelho a manivela

ESSA MATÉRIA FAZ PARTE REPORTAGEM DE CAPAAS PIORES TORTURAS DA HISTÓRIA.CONFIRA AS OUTRAS:

Quais são as piores torturas psicológicas?

Quais são as piores torturas com cordas e barras?

Continua após a publicidade

Quais são as piores torturas com caixas e jaulas?

Quais são as piores torturas com fogo e água?

Quais as piores torturas com facas e lâminas?

FONTESLivrosThe History of Torture and Execution, de Jean Kellaway,The History of Torture Throughout the Ages, de George Ryley Scott, eTortura: A História da Repressão Política no Brasil, de Antonio Carlos Fon; sitesArquivos da Ditadura,cnv.gov.breohchr.org

CONSULTORIAJohn Schiemann, professor de ciências políticas da Fairleigh Dickinson University e autor deInterrogational Torture: Or How Good Guys Get Bad Information with Ugly Methods, Alfred W. McCoy, professor de história da Universidade de Wisconsin e autor deA Question of Torture: CIA Interrogation, from the Cold War to the War on Terror, e Darius Rejali, professor de ciências políticas do Reed College e autor deTorture and Democracy

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.