Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Como funciona a caixa preta dos aviões?

Esse aparelho é constituído de sistemas eletrônicos de gravação que registram automaticamente todos os dados relativos ao vôo, bem como os últimos 30 minutos de conversação na cabine de comando. Essas informações são de vital importância para os peritos que investigam as causas de um acidente aéreo. Apesar do nome, as caixas são, na verdade, […]

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h17 - Publicado em 18 abr 2011, 19h00

Esse aparelho é constituído de sistemas eletrônicos de gravação que registram automaticamente todos os dados relativos ao vôo, bem como os últimos 30 minutos de conversação na cabine de comando. Essas informações são de vital importância para os peritos que investigam as causas de um acidente aéreo. Apesar do nome, as caixas são, na verdade, vermelhas ou alaranjadas, e possuem um transmissor de sinais justamente para facilitar sua localização nesses casos. Para resistir aos choques, elas ficam na cauda da aeronave e são fabricadas com materiais ultra-resistentes, como titânio ou fibra de carbono, podendo suportar temperaturas superiores a 1 000 graus Celsius. “A caixa preta tem uma bateria que garante seu funcionamento totalmente independente do avião”, diz o projetista de aeronaves Lauro Nei Batista. A conexão entre a caixa e a aeronave é feita por cabos semelhantes aos usados para ligar os computadores a periféricos como impressoras e scanners.

Publicidade