GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como Michael Jackson realizava seus passos de dança?

Técnica do moonwalk exigia muita habilidade, treino e paciência

Com técnicas de ilusão e muita prática. Uma das grandes habilidades do rei do pop era combinar diferentes movimentos corporais para criar efeitos visuais em seus passos de dança – que, muitas vezes, pareciam humanamente impossíveis. O famoso Moonwalk, por exemplo, inverte a mecânica da caminhada ao colocar o peso do corpo na perna contrária à de apoio. Já a inclinação antigravidade, eternizada no clipe de “Smooth Criminal” (1988), não envolvia nenhum talento especial: os dançarinos usavam cabos de sustentação e, durante os shows, recorriam a sapatos especiais que os prendiam ao chão. Ah, vale dizer que o Moonwalk não é uma criação de Jackson: nos anos 1930, o cantor de jazz Cab Calloway já realizava um passo semelhante, o “backslide”. Com ou sem artimanhas, não dá para negar que Michael Jackson era um gênio da dança e elevou a modalidade a outros patamares.

APRENDA A FAZER O MOONWALK

 (Deborah Horiuchi/Mundo Estranho)

1. Estenda o pé direito à frente do corpo, pisando totalmente no chão, enquanto o esquerdo fica apoiado somente com os dedos

2. Jogue o peso do corpo na perna esquerda. Deslize o pé direito para trás bem devagar

3. Quando o pé direito ficar em paralelo com o esquerdo, troque a posição

4. O pé direito, agora parado, fica arqueado para sustentar o peso do corpo, enquanto o outro desce o calcanhar ao chão e faz o deslizamento

5. Repita os movimentos coordenadamente para criar a ilusão de andar para trás

Veja também

Enverga, mas não cai

 (Deborah Horiuchi/Mundo Estranho)

A inclinação antigravidade, na qual Michael e seus dançarinos ficavam a 45 graus sem tirar os pés do chão, podia ser realizada com duas técnicas: com cabos ou com sapatos exclusivos – que foram até patenteados pelo cantor. O segredo estava na sola do calçado, que tinha uma abertura no salto que se encaixava em pinos estrategicamente posicionados no palco. Mas, mesmo com essa “ajudinha”, ainda era preciso ter bom preparo físico na região lombar para executar o movimento

CONSULTORIA Rodrigo Teaser, intérprete de Michael Jackson