GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como se faz uma prancha de surfe?

1. Tudo começa com um bloco de poliuretano (ou de poliestireno), comprado de fábricas especializadas. No centro está a longarina, espécie de coluna da prancha, feita de madeira. O shaper risca o desenho (outline) levando em consideração fatores como altura e peso do surfista

2. Hoje há softwares que facilitam o trabalho: o shaper desenha o outline no computador e uma máquina faz o corte. Quando a coisa é feita na raça, a prancha é cortada usando um serrote e o surform, tipo de lima específica para pranchas. Já a longarina é rebaixada com uma plaina manual

3. A prancha então é moldada, primeiramente na parte de baixo. Feito com uma plaina elétrica, o molde inferior é crucial, pois é o define a “fluidez” da prancha: o desgaste deve ser maior junto ao bico, para obter uma boa envergadura, e menor junto à rabeta, para garantir a flutuação

4. Depois de moldada a parte de cima – que deve ser mais uniforme -, a prancha é colocada de lado no cavalete. É hora de fazer o caimento da borda com o surform, limando do bico até a rabeta, e arredondando as linhas com lixa de ferro

5. A prancha então é laminada, ou seja, recebe resina e tecido de fibra de vidro, que a deixarão mais resistente. Primeiro, na parte inferior: passa-se uma camada de resina para ajudar na fixação do tecido, que já foi cortado no formato da prancha e é pressionado bem para não rolar nenhuma bolha de ar

6. Em seguida são encaixadas as quilhas – nos espaços previamente marcados – e, caso a pessoa queira, o leash (a cordinha que prende a prancha ao surfista)

7. Aplica-se outra generosa camada de resina, cujo excesso é retirado com a ajuda de uma espátula, deixando a superfrície o mais lisa possível o mais lisa possível. O processo de laminação é repetido na parte de cima

8. Lixadas as sobras de fibra de vidro e resina ao redor da prancha, é a vez da pintura, aplicada à base de aerosol, e de colocar os adesivos com o logotipo do shaper ou da marca