GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como se forma o xixi?

Uma pessoa adulta faz por volta de 1 litro e meio de xixi por dia

O xixi é formado nos rins, onde acontece a filtração do sangue, que dá origem a ele. Em outras palavras, o xixi é o que não se aproveita do sangue. Cerca de 95% dele é água e os 5% restantes são uma mistura de substâncias existentes em excesso no sangue e resíduos das atividades celulares, principalmente ácido úrico, uréia e cloreto de sódio. Uma pessoa adulta faz por volta de 1 litro e meio de xixi por dia, mas esse volume varia de acordo com a quantidade de água ingerida, a temperatura do ambiente e características de cada organismo. Cada vez que vamos ao banheiro fazemos, em média, 300 ml de xixi – pouco menos de uma latinha de refrigerante. No infográfico abaixo, entenda como o copo d’água que bebemos vira xixi alguns minutos depois.

1. Quando bebemos um copo d’água, o líquido passa pelo esôfago, estômago, é absorvido pelas paredes do intestino delgado e daí segue pela corrente sanguínea até chegar aos rins, onde parte é absorvida e parte é encaminhada para o sistema urinário

2. Nossos rins (temos dois) têm a forma de um enorme grão de feijão, com 12 cm de comprimento, 7 cm de largura e 5 cm de espessura. Cada um é formado por cerca de 1 milhão de unidades filtradoras, os néfrons. É ali que o xixi é produzido

xixi-1

 (Cassio Bittencourt/)

3. O sangue entra nos néfrons sob alta pressão e sofre a primeira filtragem no emaranhado de capilares chamado glomérulo. Boa parte da porção líquida do sangue, o plasma, extravasa pelos vasinhos, formando o filtrado glomerular, uma espécie de “pré-xixi”. Em um minuto, cerca de 125 ml de plasma são filtrados

4. O sangue purificado volta para o organismo, enquanto o “pré-xixi” se acumula na cápsula de Bowman, um reservatório ao redor do glomérulo. Daí, pouco a pouco, esse líquido segue seu caminho por um complexo sistema tubular

5. O “pré-xixi” tem resíduos do organismo mas também substâncias úteis, como glicose, aminoácidos e sais minerais. À medida que ele flui pelos capilares do néfron, essas substâncias são reabsorvidas e novos resíduos do sangue são secretados pelos capilares

6. Em seguida, o líquido passa para o ducto coletor, o último segmento do néfron, onde parte da água pode ser absorvida e retornar ao sangue. A quantidade de água absorvida depende do nível de hidratação do corpo: quanto mais água bebemos, menor a absorção e mais diluída será a urina

xixi-2

 (Cassio Bittencourt/)

7. O xixi finalmente está pronto e segue para a bexiga pelos ureteres, dois tubinhos de 20 a 30 cm de comprimento e diâmetro de um canudo. Sua cor amarelada é resultado da presença de pigmentos urinários, como o urocromo e a urobilina, secretados pelo fígado

8. Além de armazenar o xixi, a bexiga é responsável por bombeá-lo para fora do nosso corpo. Ela pode acumular até meio litro do líquido, mas 300 ml já são suficientes para pressionar os nervos que a envolvem e gerar a vontade de tirar a água do joelho

9. Quando o cérebro é avisado pelos nervos da bexiga de que o tanque está cheio e deve ser esvaziado, um comando é despachado para o esfíncter interno, um anel muscular na saída da bexiga. Ele se abre, a bexiga se contrai e deixa a urina seguir seu caminho

xixi-3

 (Cassio Bittencourt/)

10. Para o xixi ser liberado, outra válvula, o esfíncter externo, situado um pouquinho mais embaixo, também precisa se abrir. Mas esse esfíncter é controlado voluntariamente, ou seja, só é aberto quando queremos. Assim, não molhamos as calças no caminho do banheiro

11. O xixi, enfim, é eliminado pela uretra, o canal que passa por dentro dos órgãos genitais de ambos os sexos. A dos homens é elástica e tem cerca de 20 cm, enquanto a das mulheres mede apenas 4 cm