Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como se joga pôquer?

O pôquer baseia-se em duas variáveis básicas

Por Marina Motomura Atualizado em 4 jul 2018, 20h10 - Publicado em 18 abr 2011, 18h35
Divulgação/Divulgação

O pôquer baseia-se em duas variáveis básicas: a combinação entre as cartas recebidas e a habilidade em blefar, ou seja, fazer os outros adversários acreditar que você tem um jogo melhor ou pior do que tem de verdade.

A melhor combinação possível é a seqüência 10, J, Q, K e A do mesmo naipe, conhecida como Royal Straight Flush. Se você tiver um jogo desse nas mãos, o desafio é fazer os adversários achar que você não tem um jogo muito bom, senão desistem da partida. E no pôquer quanto mais dura o jogo, mais dinheiro (ou fichas) é acumulado na mesa. O jogador que dá o azar de receber cartas sem nenhuma combinação tem que fazer o processo inverso: fazer todo mundo acreditar que ele tem um jogo muito bom, o que faz todos fugir da disputa.

No Brasil, o pôquer tem se tornado cada vez mais popular graças às disputas transmitidas principalmente em canais de TV a cabo (como a ESPN). Mas vale lembrar que o Código Penal brasileiro proíbe jogos de azar em geral. E se tem um jogo em que sorte e azar pesam bastante é o pôquer.

  • Relacionadas
  • Façam suas apostas
    No texas hold’em, o estilo de pôquer que jogam na TV, o negócio é misturar as cartas da mão com as da mesa1.
    Para começar o jogo, é necessário no mínimo duas pessoas, mas não há limite máximo. Antes mesmo de começar a rodada, cada jogador – na nossa simulação, o jogo começa com cinco – coloca a aposta mínima sobre a mesa, chamada de “pingo”2. Cada jogador recebe duas cartas e cinco são colocadas na mesa, viradas para baixo, para ninguém ver. Antes de começar a jogar de verdade, dependendo da combinação das duas cartas recebidas, os jogadores já podem fazer uma aposta. Quem achar que está muito mal, pode não cobrir a aposta e sair do jogo

    3. Três das cinco cartas da mesa são abertas. Essas cartas são coletivas, ou seja, são usadas por todos os jogadores, combinando-as com as duas que têm nas mãos. O jogador à esquerda de quem dá as cartas (chamado de dealer) é o primeiro a apostar. Os outros podem cobrir a aposta, aumentá-la ou desistir. No nosso exemplo, um jogador pula fora

    4. Depois que todos os jogadores apostam ou desistem do jogo, a quarta carta da mesa, conhecida como turn, é aberta e começa uma nova rodada de apostas. Nessa rodada, os jogadores têm seis cartas à disposição (duas na mão e quatro na mesa) para fazer a melhor combinação de cinco. Mais dois jogadores desistem

    5. O dealer vira a quinta e última carta da mesa, chamada de river. No nosso jogo, apenas dois jogadores continuam no jogo. Como todas as cartas coletivas estão abertas, os jogadores apostam até que algum deles desista ou não queira botar mais dinheiro na jogada – podem apostar quantas vezes quiserem

    6. Se os jogadores não estiverem mais dispostos a apostar e não quiserem desistir do jogo, chegam ao momento de mostrar as cartas. Aí não tem desculpa: quem tiver a combinação mais poderosa (veja o quadro ao lado) vence o jogo e leva tudo o que foi apostado durante o jogo

    União faz a força

    No pôquer, o que vale é a combinação entre as cartas. Os quatro naipes têm o mesmo valor, mas números e letras valem mais ou menos: o A é o mais valioso e o 2, o de menor valor. Confira, de cima para baixo, as jogadas mais valiosas:

    Royal Straight Flush

    Seqüência A, K, Q, J e 10 do mesmo naipe. Essa seqüência tem quatro combinações possíveis – uma com cada naipe

    Straight Flush

    Cinco cartas seguidas (do mesmo naipe) sem o A. Há 36 possíveis combinações de Straight Flush

    Quadra

    Quatro cartas iguais, não necessariamente do mesmo naipe. A quinta carta “sobra”. 624 combinações

    Continua após a publicidade

    Full house

    União de dois jogos: um com três cartas iguais e outro com mais duas iguais. 3 744 combinações

    Flush

    Cinco cartas fora de seqüência, mas do mesmo naipe. 5 108 combinações

    SeqÜência

    São cinco cartas em seqüência numérica, mas de naipes diferentes. 10 200 combinações

    Trinca

    São três cartas iguais, mais duas cartas diferentes que “sobram”. 54 912 combinações

    Dois pares

    Dois conjuntos de duas cartas iguais e uma sobrando. 123 552 combinações

    Par

    Um par de cartas iguais e três sobrando. 1 098 240 combinações

    Carta mais elevada

    Quando um tsunami de azar invade o jogo e ninguém combina nenhuma carta, ganha quem tiver a carta mais elevada. O A é a carta mais forte

    Continua após a publicidade
    Publicidade