Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Como um alimento atrai uma formiga?

Trabalho em equipe garante comida para a colônia

Por Diego Bargas
Atualizado em 22 fev 2024, 10h27 - Publicado em 7 abr 2016, 17h49

formiga

pergunta da leitora Jéssica Oliveira Rios, Pirassununga, SP

ilustra Sandro Castelli

edição Felipe van Deursen

Continua após a publicidade

Em busca de comida

Na verdade, as formigas é que vão à caça.Um grupo de operárias sai do ninho e procura reconhecer moléculas de alimentos no ambiente por meio de receptores olfativos chamados sensilas, que ficam nas antenas. Quando encontram, elas voltam ao ninho para recrutar reforços

Caminho das pedras

Para não se perderem, elas liberam feromônios (substâncias químicas naturais), que formam uma trilha até a comida. As preferências alimentares variam entre as espécies. As formigas-cortadeiras, por exemplo, levam folhas para alimentar um fungo que cultivam dentro do formigueiro para, depois, o comerem. Outras estocam comida dentro do próprio abdômen. Mas o açúcar é sempre uma boa pedida: fácil de encontrar e transportar, além de fornecer energia para elas trabalharem

formiga2

Bufê

Quando as operárias que estavam “na rua” chegam com a comida, outras operárias separam o que será devorado na hora, o que será estocado e o que será alimento das larvas

Roomies

A formiga mais comum de se encontrar procurando comida dentro de casa são as formigas-fantasma. Elas são bem pequenas (de 1 a 1,5 mm) e podem construir ninho em partes ocas das paredes, pisos soltos, batente de portas e dentro e embaixo de móveis e eletrodomésticos

Continua após a publicidade

UMA ÚLTIMA CURIOSIDADE

– Ao tocar as antenas,uma formiga pode saber, por meio dos feromônios liberados, se a colega está bem alimentada ou não

LEIA TAMBÉM:

– Como é a vida dentro de um formigueiro?

– Como é o interior de um formigueiro?

– Formigas dormem?

– Quando surgiu o açúcar?

CONSULTORIA Ana Eugênia de Carvalho Campos, pesquisadora do Laboratório de Pragas Urbanas do Instituto Biológico de São Paulo, e Carolina Charlier Ahlert, bióloga responsável técnica pela Antinsect Desinsetizadora.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.