GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Crianças assassinas: Jesse Pomeroy, o torturador de Massachusetts

Após torturar garotos menores quando tinha 12 anos, ele foi condenado à prisão perpétua e tentou escapar mais de dez vezes

Quem – Jesse Pomeroy
Diagnóstico – Não feito ou não divulgado
Idade – 14 anos
Onde – EUA

1. Este é um dos primeiros casos conhecidos de crianças assassinas. Em 1872, aos 12 anos, Jesse atacou quatro meninos com idades entre 7 e 12 anos com requintes de sadismo em Charlestown, Massachusetts (EUA). Pomeroy chicoteou, amordaçou, espancou e cortou as vítimas com uma faca. Preso, foi sentenciado a seis anos em um reformatório em Massachusetts

2. Pomeroy ficou atrás das grades por apenas um ano e cinco meses devido ao bom comportamento. Depois de solto, aos 14 anos, ele torturou e assassinou brutalmente duas garotas, de 10 e 4 anos. Desta vez, foi condenado à pena de morte. O governador de Massachusetts, porém, não quis assinar a sentença devido à idade do garoto, transformando a pena em prisão perpétua

Veja também

3. O garoto se ocupava na biblioteca do presídio, onde aprendeu seis idiomas e estudou o sistema judicial dos EUA – tentando ainda recorrer para sair de lá. Segundo um laudo publicado no jornal The Globe, Pomeroy perdeu um olho depois de tentar destruir um dos lados de sua cela. Acredita-se que ele tenha tentado escapar da prisão entre dez e 12 vezes

4. Após 38 anos de prisão, três psiquiatras avaliaram Pomeroy como estando em bom estado de consciência, mas ainda sem arrependimento. Segundo o laudo, ele era altamente egoísta e predisposto a mandar nas autoridades do lugar. Pomeroy acabou morrendo no Hospital Bridgewater para criminosos com deficiência mental, para onde foi transferido em 1929, com cerca de 70 anos, devido a complicações de saúde

Newsletter Conteúdo exclusivo para você