GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dá para identificar um seio com silicone?

Breast_implants_in_hand_01 Breast_implants_in_hand_01

Breast_implants_in_hand_01 (/)

Dá para identificar um seio turbinado com silicone?

É difícil. Com as novas tecnologias, os seios siliconados estão cada vez mais idênticos aos normais. As próteses de hoje possuem, por exemplo, membranas texturizadas, que as deixam mais naturais ao toque. Mas ainda assim há várias diferenças perceptíveis. Quem quiser distinguir um peito turbinado de um normal deve apurar a visão e o tato, os dois sentidos que podem nos fornecer algumas pistas para resolver a polêmica. O implante de silicone é feito por meio de uma cirurgia simples, que dura cerca de uma hora e tem apenas anestesia local. O médico faz uma pequena incisão e usa essa abertura nos tecidos para colocar na paciente uma prótese de silicone, um derivado de petróleo em forma de gel e que fica embalado por uma membrana resistente e maleável. A prótese é posicionada entre as glândulas mamárias e o músculo peitoral. Horas depois da cirurgia, a paciente já pode receber alta. O tamanho da prótese pode variar entre 95 e 600 mililitros, mas a maioria das mulheres coloca algo entre 200 e 300 ml. Nos peitões abaixo, algumas dicas práticas para tentar adivinhar a origem das comissões de frente.

Que Deus deu? Air bags que vencem facilmente a lei da gravidade não são de fábrica

• Seios muito grandes e ainda assim bastante firmes? Desconfie. Em geral, os seios maiores tendem a cair um pouco * Observe a gata correndo: o sobe-e-desce dos peitinhos sem sutiã só rola nos originais. Os siliconados, em geral, se mexem pouco * Seios de silicone são redondos e iguais. Os naturais quase sempre têm sutis diferenças de tamanho entre o esquerdo e o direito

• Se a intimidade permitir, apalpe os meninos: se eles estiverem muito durinhos, provavelmente a mulher tem uma prótese, especialmente se for alguém acima dos 40 anos * Quando a mulher se deita, os seios naturais tendem a cair um pouco para os lados. Já os siliconados não saem do lugar * Algumas turbinadas confessam um detalhe estranho: os seios novos às vezes fazem um som próprio, como se a prótese estivesse se posicionando e houvesse ar dentro dos seios