Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Existe algum celular que não pode ser clonado?

Impossível, não. Mas, de fato, existem tecnologias que dificultam bastante a ação dos malacos. São os celulares do tipo GSM, aqueles que usam chips, e os do tipo TDMA. A grande vantagem é que tanto o GSM quanto o TDMA só usam a rede digital, em que as informações transmitidas de celular para celular ficam […]

Por Fernando Badô
Atualizado em 22 fev 2024, 11h17 - Publicado em 18 abr 2011, 18h47

Impossível, não. Mas, de fato, existem tecnologias que dificultam bastante a ação dos malacos. São os celulares do tipo GSM, aqueles que usam chips, e os do tipo TDMA. A grande vantagem é que tanto o GSM quanto o TDMA só usam a rede digital, em que as informações transmitidas de celular para celular ficam protegidas por um sistema de segurança chamado criptografia. Esse esquema inibe a clonagem porque ele “embaralha” as informações transmitidas, incluindo o número do celular e o código do aparelho que os fraudadores precisam para fabricar um clone. “Já os celulares que usam a tecnologia CDMA são mais vulneráveis”, afirma o engenheiro Paul Jean Etienne Jeszensky, da USP. Isso porque algumas operadoras de CDMA mantêm canais analógicos para facilitar o roaming, a operação do celular fora da sua cidade de origem. No sistema analógico, as informações do celular são transmitidas por ondas de rádio sem a proteção da criptografia. Aí, fica mais fácil para um clonador captar o número e o código do telefone – basta ele usar um escâner de ondas e um radiorreceptor de multifreqüência para “fisgar” a transmissão analógica. Depois, o safado transfere esses dados para um celular sem linha e pronto: está feita a clonagem. “Não fosse essa particularidade, o CDMA seria tão difícil de clonar quanto um GSM ou um TDMA”, diz Paul Jean. Mas isso não quer dizer que o GSM seja imune a clones. Quer um exemplo? Se você levar seu GSM a uma loja de conserto de fundo de quintal, um falsário pode simplesmente copiar o seu chip. Aí, é só ele usar a “xerox” em outro celular e deixar você pagando a conta… 🙂

Escolha o seu alô
GSM é mais seguro, CDMA é mais rápido

VANTAGENS

CDMA – Transmite sinais de voz e dados por um conjunto de freqüências. Isso garante mais banda (espaço) para transmitir dados, permitindo rapidez para trocar músicas e filmes ou acessar a internet

GSM – É mais seguro, já que não opera fora de sistemas digitais, que possuem criptografia de sinal. Como usa um chip, permite que o usuário troque de aparelho e mantenha o mesmo número

Continua após a publicidade

DESVANTAGENS

CDMA – Para funcionar fora da área de cobertura, ele pode se conectar a sistemas analógicos. Essa tecnologia é mais antiga que a digital e não possui proteção com criptografia de informações. Prato cheio para clonadores!

GSM – O sistema para o tráfego de dados de computador não é tão eficiente quanto o do CDMA. Se o usuário estiver em uma área não coberta pelo sistema digital de telefonia celular, não conseguirá falar

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.