Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Está fazendo mais frio no sul da Europa que no Polo Norte

Onda de calor no Ártico está criando um inverno "maluco", segundo os cientistas

Por Da Redação
Atualizado em 22 fev 2024, 10h07 - Publicado em 27 fev 2018, 18h57

O que parecia ser mais um inverno tranquilo no Polo Norte se transformou em uma preocupação para os cientistas (e para o resto do mundo): em plena época mais fria do ano, uma estranha onda de calor atingiu a região do Ártico, elevando a níveis preocupantes as suas temperaturas médias.

Os pesquisadores vêm descrevendo o fenômeno como “maluco” e “estranho”. Segundo o Instituto Dinamarquês de Metereologia, a temperatura média está em -8 oC, 20 oC acima do normal. Já o norte da Groenlândia passou, até agora, 61 horas acima do nível de congelamento. O recorde anterior era de 16 horas, em 2011. Em determinado momento, as medições registraram 6,1 oC, temperatura mais do que suficiente para fazer o gelo derreter.

Tal aquecimento tem provocado alguns impactos em outros lugares do planeta. Enquanto o termômetro sobe no Ártico, uma nevasca chegou na Itália e em alguns pontos da Europa na última semana. Em Roma, as temperaturas chegaram a -10oC e as fotos da Cidade Eterna branca de neve viralizaram. Não se sabe ao certo a causa deste inverno maluco, mas é possível traçar algumas teorias.

(Stefano Avolio/Flickr)

Em entrevista à Reuters, o pesquisador Nalan Koc, do Norwegian Polar Institute, disse que o encolhimento das geleiras, aliado ao aquecimento global e à ação humana, pode facilitar a a exposição de água quente, interferindo também no calor que vai para a atmosfera. De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, essa onda de calor dividiu o vórtice polar, a massa de ar frio que fica acima do Polo Norte, e fez com que o frio se espalhasse pelo continente europeu.

Continua após a publicidade

O recado está dado: se você vai viajar para a Europe, leve casacos extras. Agora, se você planeja ir para o Ártico, ainda é cedo para levar uma bermuda. Mas esperamos que esse dia nunca chegue, afinal, já passou da hora de se preocupar com as mudanças climáticas da Terra.

 

  • Relacionadas
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.