Clique e assine com até 75% de desconto

Por que a temperatura diminui com a altitude?

Um grande percentual do calor emitido por nosso astro é absorvido pela parte sólida da Terra antes de ser repassado para a atmosfera.

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h23 - Publicado em 18 abr 2011, 18h53

Porque o Sol aquece muito pouco o ar. Um grande percentual do calor emitido por nosso astro é absorvido pela parte sólida da Terra antes de ser repassado para a atmosfera. Como o ar é um mau condutor de calor, a temperatura vai caindo conforme nos afastamos do nível do mar – em média, fica 6,4 ºC mais frio a cada mil metros de subida. Essa regra vale independentemente de os lugares altos estarem mais próximos do Sol. Afinal, mesmo os 8 850 metros do monte Everest, o ponto mais alto do planeta, são insignificantes em relação aos 150 milhões de quilômetros que separam a Terra do Sol. “A única diferença importante é que nas montanhas as variações de temperatura costumam ser menores que nas baixas altitudes.

Isso ocorre porque o ar elevado recebe menos calor durante o dia e, portanto, não se resfria tanto durante a noite”, afirma o meteorologista Marcelo Seluchi, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em São José dos Campos (SP). Outro aspecto interessante é que a regra do “quando mais alto, mais frio” vale apenas para a parte inferior da atmosfera, chamada de troposfera. “Na camada seguinte, a estratosfera, que se estende dos 15 aos 50 quilômetros de altitude, a composição gasosa é diferente. Isso faz com que a temperatura se eleve com a subida”, diz outro meteorologista, Ricardo de Camargo, da USP.

Aquecimento superficial
Como o ar absorve pouco calor, é o solo que esquenta a atmosferaENERGIA DIVIDIDAA temperatura diminui com a altitude porque o aquecimento se dá a partir da superfície terrestre. É que do total de energia que chega do Sol, apenas 19% são retidos pelo ar; 34% acabam refletidos de volta. São os 47% restantes, retidos pela parte sólida do planeta, que passam calor à atmosfera

OSCILAÇÃO BRUSCA

Ao nível do mar, o ar aquece rápido durante o dia e esfria bastante durante a noite. Isso faz com que as diferenças de temperatura sejam maiores em baixas altitudes que em lugares altos. Em desertos, a variação chega aos 40 ºC

REGRA INVERSA

A partir dos 15 quilômetros de distância da superfície, começa uma nova camada da atmosfera, a estratosfera, onde a temperatura segue um padrão diferente. Por lá, quando maior a altura, mais quente fica

FRIO CONSTANTE

Nas partes mais altas da atmosfera, o calor transmitido pela superfície para o ar chega em menor intensidade, e a temperatura não oscila tanto. No topo de montanhas elevadas, a mudança térmica não ultrapassa 1 ºC

Continua após a publicidade
Publicidade