Clique e assine a partir de 5,90/mês

Por que as mulheres sofrem de TPM?

Sintomas podem incluir enjoo, ansiedade e até diminuição da libido

Por Júlia Moióli - Atualizado em 14 fev 2020, 17h44 - Publicado em 11 ago 2014, 18h49

Pergunta do leitor: Leandro – Belém, PA

Não há uma causa definida, mas médicos acreditam que a tensão pré-menstrual é desencadeada por variações hormonais e alterações na concentração de neurotransmissores durante o ciclo menstrual. A consequência dessa “montanha-russa” são vários sintomas físicos e psíquicos que se manifestam nas mulheres, de dez a 15 dias antes da menstruação.

Embora não seja doença, a TPM é um problema sério – mas só foi reconhecido pela medicina há pouco tempo. E por uma mulher: a médica inglesa Katharina Dalton, nos anos 50. Analgésicos, antidepressivos, psicoterapia e até a suspensão da menstruação podem ajudar a evitar a TPM. Consulte seu médico

Por que sentimos enjoo quando giramos?

Qual a origem do Dia Internacional da Mulher?

Sai de perto!

Sintomas podem incluir enjoo, ansiedade e até diminuição da libido

Continua após a publicidade

SOBE E DESCE

A quantidade dos hormônios estrógeno e progesterona varia a cada dia durante o ciclo menstrual. Isso pode afetar, por exemplo, a retenção de líquidos, o que leva ao inchaço, além de alterar as concentrações dos neurotransmissores (substâncias que transmitem informações entre células do sistema nervoso)

MEU REINO POR UM BOMBOM

A serotonina é um dos neurotransmissores cuja produção diminui. Como ela é responsável pelo humor, mulheres de TPM podem se tornar mais irritáveis, ansiosas, depressivas ou emotivas. E ela também regula a fome, o que, em conjunto com a queda nos níveis de açúcar, explica aquela vontade louca de comer chocolate

NÃO PROVOCA!

Mulheres com histórico familiar de TPM têm mais chances de apresentar os sintomas. Mas fatores externos, como doenças ou estresse, podem desencadear ou piorar a síndrome. E, quando problemas como dor de cabeça e depressão são muito fortes, podem afetar relacionamentos, estudos e trabalho

CONSULTORIA Luis Gerk de Azevedo Quadros, ginecologista, e Mara Diegoli, ginecologista, obstetra e fundadora do Centro de Atenção à Mulher com TPM do Hospital das Clínicas (SP)

Continua após a publicidade
Publicidade