Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Por que o plástico demora tanto para desaparecer na natureza?

Plásticos tradicionais levam até 200 anos para se decompor

Por Redação Mundo Estranho
Atualizado em 22 fev 2024, 10h55 - Publicado em 18 abr 2011, 18h58

A principal razão é que a natureza ainda não sabe como se livrar dele. “Bactérias e fungos que decompõem os materiais não tiveram tempo de desenvolver enzimas para degradar a substância”, afirma a engenheira química Marilda Keico Taciro, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). O plástico é um material novo na natureza – o primeiro modelo surgiu só em 1862, criado pelo britânico Alexander Parkes. Cada uma de suas moléculas possui centenas de milhares de átomos, principalmente carbono e hidrogênio. Como as ligações entre os átomos são muito estáveis, os decompositores não conseguem quebrar o material em partes menores para destruí-lo. Resultado: alguns tipos de plástico, como o PET, usado em garrafas de refrigerantes, levam mais de 200 anos para desaparecer.

“Com a evolução, os microorganismos devem se adaptar, mas isso pode levar milhões de anos”, diz o biólogo José Gregório Cabrera Gomes, também do IPT. Por isso, o descarte de plásticos é uma grande dor de cabeça para os ecologistas do século XXI. O material produz gases tóxicos ao ser queimado e tem reciclagem complicada, porque não se pode misturar diferentes tipos de plástico. O jeito é desenvolver modelos biodegradáveis como o PHB, que, em aterros sanitários, vira pó em apenas seis meses. Mas esses ainda custam caro – até cinco vezes mais que os convencionais – e, por isso, respondem por apenas 1% do total de plásticos vendidos no mundo.

Duro de matar
Plásticos tradicionais levam até 200 anos para se decomporTIPO DE PLÁSTICO – PolietilenoONDE É USADO – Material hospitalar, utensílios domésticos

QUANDO DESAPARECE* – 50 anos

Continua após a publicidade

TIPO DE PLÁSTICO – Poliestireno

ONDE É USADO – Brinquedos

QUANDO DESAPARECE* – 50 anos

TIPO DE PLÁSTICO – Polipropileno

ONDE É USADO – Pára-choques de carro, carpetes

QUANDO DESAPARECE* – 100 anos

TIPO DE PLÁSTICO – Polietilenotereflalato (PET)

ONDE É USADO – Embalagens de refrigerantes, fitas magnéticas

Continua após a publicidade

QUANDO DESAPARECE* – 200 anos

TIPO DE PLÁSTICO – Polihidroxibutirato (PHB – Biodegradável)

ONDE É USADO – Cartões de crédito, talheres descartáveis

QUANDO DESAPARECE* – 6 meses a 2 anos

* Em ambientes ricos em bactérias e fungos, como aterros sanitários

Continua após a publicidade

Fonte: Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT)

Haja fungo!
Objetos de alumínio e vidro são ainda mais perenesMATERIAL – Folha de papelQUANDO DESAPARECE – 3 a 6 meses

MATERIAL – Fósforos de madeira

QUANDO DESAPARECE – 6 meses

MATERIAL – Miolo de maçã

QUANDO DESAPARECE – 6 meses a 1 ano

Continua após a publicidade

MATERIAL – Chiclete

QUANDO DESAPARECE – 5 anos

MATERIAL – Lata de aço

QUANDO DESAPARECE – 10 anos

MATERIAL – Pote de vidro

Continua após a publicidade

QUANDO DESAPARECE – 4 000 anos

MATERIAL – Lata de alumínio

QUANDO DESAPARECE – nunca

Fonte: Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.