Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Por que sentimos calor a 30°C se o nosso corpo está a 36,5°C?

Se a temperatura do ambiente subir muito, o organismo pode perder o controle de certos processos - mesmo que ele, internamente, esteja ainda mais quente

Por Rafael Battaglia
Atualizado em 14 out 2020, 14h39 - Publicado em 21 dez 2017, 15h28

Para prevenir que o corpo superaqueça. Os seres humanos produzem calor e, assim como os outros mamíferos, são homeotérmicos, ou seja, mantêm uma temperatura corporal constante para que o metabolismo funcione corretamente. Se o ambiente esquenta muito, fica difícil perder calor para fazer essa regulagem. Dependendo da duração dessa situação, pode ocorrer a hipertermia: o corpo desidrata, os vasos sanguíneos periféricos dilatam (diminuindo a pressão arterial) e as proteínas alteram sua estrutura, processo chamado de desnaturação. Em casos extremos, pode ser fatal. O responsável pelo equilíbrio interno é uma região do cérebro chamada hipotálamo, que, a partir dos estímulos recebidos, regula hormônios e a concentração de sal dos fluidos corporais, além de ativar as glândulas sudoríparas, entre outros mecanismos. É por isso que idosos possuem uma percepção mais desregulada da temperatura: com o envelhecimento dos neurônios, o funcionamento do hipotálamo fica comprometido.

Pergunta do leitor – Luís Henrique, Porto Alegre, RS

CONSULTORIA Dr. Paulo Olzon, médico e professor da Universidade Federal de São Paulo

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.