GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Quais as maiores goleadas do Campeonato Brasileiro?

Para nós de Mundo Estranho e Placar, a principal regra para definir uma goleada é a diferença de gols. Caso duas partidas terminem com o mesmo saldo, aí, sim, o total de tentos entra como critério de desempate. Considerando esses dois princípios, a maior lavada do Brasileirão, desde que a competição começou a ser disputada, em 1971, foi o “chocolate” que o Corinthians aplicou no frágil time do Tiradentes do Piauí, em 1983. Jogando no estádio do Canindé, o alvinegro paulista saiu perdendo, mas virou o jogo para incríveis 10 a 1. Além de ser a maior goleada, a partida também é o jogo com o maior número de gols da história do torneio. Na galeria das grandes lavadas, chama atenção o fato de que todas elas foram construídas “em casa” (ou seja, quando o time vencedor jogou na sua cidade de origem), com times tradicionais arrasando adversários pouco expressivos. Confira abaixo a lista das surras mais humilhantes.

GRANDES “CHOCOLATES” DO BRASILEIRÃO

Corinthians 10 x 1 Tiradentes (PI) – 9 / 2 / 83, São Paulo

Vasco 9 x 0 Tuna Luso (PA) – 19 / 2 / 84, Rio de Janeiro

Flamengo 8 x 0 Fortaleza (CE) – 4 / 2 / 81, Rio de Janeiro

Guarani 8 x 0 River (PI) – 3 / 2 / 82, Campinas

Flamengo 8 x 1 Sampaio Corrêa (MA) – 16 / 9 / 76, Rio de Janeiro

Vitória 8 x 1 América (RN) – 23 / 3 / 80, Salvador

Guarani 8 x 1 Ceará (CE) – 7 / 2 / 82, Campinas

Bahia 7 x 0 Vitória (ES) – 2 / 11 / 77, Salvador

Guarani 7 x 0 Itabuna (BA) – 30 / 4 / 78, Campinas

Vasco 7 x 0 Moto Clube (MA) – 24 / 1 / 82, Rio de Janeiro

Vasco 7 x 0 Inter de Santa Maria (RS) – 10 / 3 / 82, Rio de Janeiro

Palmeiras 7 x 0 CRB (AL) – 30 / 3 / 84, São Paulo

Flamengo 7 x 0 Santa Cruz (PE) – 13 / 3 / 85, Rio de Janeiro

Inter 7 x 0 Bragantino (SP) – 8 / 11 / 97, Porto Alegre

Pela equipe da revista Placar *

* publicação mensal da Editora Abril (www.placar.com.br)