Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Quais são os principais estilos de heavy metal?

O mais popular prossegue sendo o clássico, mas há muitos subgêneros

Por José Augusto Lemos Atualizado em 4 jul 2018, 20h26 - Publicado em 18 abr 2011, 18h51

O mais popular e influente continua sendo o heavy metal clássico, forjado no final dos anos 60 pelos ingleses Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple: guitarras em primeiro plano, no máximo da amplificação, forte influência do blues e o ataque sonoro mais intenso e pesado que o mundo já ouvira. Na segunda metade dos anos 70, surgiu uma nova geração, a New Wave of British Heavy Metal (“Nova Onda do Heavy Metal Britânico”). Encabeçada por Iron Maiden, Motorhead e Judas Priest, a turma tinha o hábito de vestir couro preto e, exceto o fato de acelerar e enxugar um pouco o som, não trouxe grandes mudanças — assim como os australianos AC/DC e os americanos Van Halen, da mesma época.

A divisão em vários subgêneros veio nos anos 80, a partir do thrash (“arrebentar”), o segundo principal estilo heavy. Metallica e Megadeth são os criadores da onda, que buscou superar os limites de peso sonoro e aceleramento rítmico. Por isso, as mesmas bandas eram chamadas de speed metal (“metal velocidade”). Outros rótulos dessa geração são os quase sinônimos death metal e black metal, para bandas de climas mórbidos e niilistas, que buscavam o equivalente musical dos filmes de terror. Ainda mais radical era a facção grindcore, comandada pelo Napalm Death.

Os anos 80 também trouxeram muitas fusões de estilos, criando os híbridos funk metal (Red Hot Chili Peppers, Fishbone), punk metal (GBH, Suicidal Tendencies), progressive metal (Queensryche e Dream Theater) e alternative metal, balaio vanguardista onde a crítica encaixava Faith No More, Primus, Helmet, Ministry e mesmo o nosso Sepultura – que já fôra chamado de thrash, speed e death metal, provando que nenhum desses rótulos significava um estilo à parte. Nos últimos anos, apareceu ainda o nome aggro-metal, para definir de Korn e Limp Bizkit a Marilyn Manson.

* José Augusto Lemos é jornalista, ex-diretor de redação da revista Bizz

Continua após a publicidade

Publicidade