Clique e assine a partir de 8,90/mês

Quais são os treinamentos de tropas de elite mais difíceis do mundo?

Conheça detalhes sobre os treinamentos de sete tropas pelo mundo

Por Elisa Menezes - Atualizado em 4 jul 2018, 20h23 - Publicado em 18 abr 2011, 18h25

treinamentotropa

Existem pelo menos sete cursos de formação de policiais que são reconhecidos internacionalmente pelo grande grau de dificuldade.

Dois deles são brasileiros. Um é o curso do Bope, da PM do Rio de Janeiro, que ganhou fama com o filme Tropa de Elite, que mostra o cotidiano de seus integrantes. Outro treinamento brasileiro casca-grossa é o do Gate, da PM de São Paulo.

A SWAT americana, o GIGN e o Le Raid da França, a Omon da Rússia e a GSG9 da Alemanha completam o grupo das unidades policiais com cursos top de linha.

Continua após a publicidade

De acordo com o ex-capitão do Bope Rodrigo Pimentel, co-roteirista de Tropa de Elite, em todas essas unidades os alunos são levados ao limite durante o período de formação.

Confira abaixo detalhes sobre o treinamento das sete tropas.

BOPE (BATALHÃO DE OPERAÇÕES POLICIAIS ESPECIAIS)

De onde é – Tropa da Polícia Militar do Rio de Janeiro
Função – Criado em 1970, é especializado no combate ao crime em favelas
Duração do treinamento – 3 meses e meio
Como é – O primeiro mês é o “inferno”, de acordo com o ex-capitão do Bope Rodrigo Pimentel: “O aluno dorme em média três horas por noite. Toda comida é negociada por alguma atividade. É mais duro do que aparece no filme”. Já houve turmas em que só quatro policiais foram aprovados entre cerca de 50 inscritos…
Piores momentos – Uma marcha de 120 quilômetros a cavalo… sem sela! Há ainda um teste de defesa pessoal em que o aluno luta contra até oito oficiais ao mesmo tempo. Já rolaram vários casos de fraturas graves. “Na minha turma, um aluno teve lesão no baço após o teste de defesa pessoal”, diz Pimentel. Em 2003 um candidato morreu de frio no treinamento.

GATE (GRUPO DE AÇÕES TÁTICAS ESPECIAIS)

De onde é – Tropa da Polícia Militar de São Paulo
Função – Existe desde 1989. Atua no resgate de reféns e em rebeliões em presídios
Duração do treinamento – 6 semanas
Como é – Inclui invasão tática, aulas de tiro de precisão e técnicas de negociação com criminosos. “É um treinamento muito puxado fisicamente, mas sem humilhação e mais técnico que o do Bope”, diz Rodrigo Pimentel, que fez os cursos dessas duas unidades brasileiras.
Piores momentos – Uma cena famosa do filme Tropa de Elite aconteceu de verdade com Pimentel durante o treinamento no Gate. Seu instrutor no curso destravou uma granada e o mandou segurá-la para se manter acordado. Se ele largasse, a granada explodia! Sofrer torções e escoriações durante os exercícios também é muito comum.

GIGN (GRUPO DE INTERVENÇÃO DA GUARDA NACIONAL)

De onde é – França
Função – O GIGN surgiu em 1974 – dois anos depois do atentado na Olimpíada de Munique – para atuar no resgate de reféns e em casos de seqüestro de aviões
Duração do treinamento – 6 a 8 semanas
Como é – Inclui aulas de artes marciais (como krav-magga) e manuseio de explosivos. É apontado como um dos melhores treinamentos de armas de fogo no mundo, visando paralisar, e não matar, o oponente. Cerca de 10% dos voluntários são aprovados. Mantém programas de intercâmbio com tropas de outros países.
Piores momentos – O mais duro é passar no teste final, que avalia a capacidade do atirador. Além de ser o exercício mais difícil, tem o maior peso na pontuação geral. Desde a fundação do GIGN, sete agentes já morreram nos treinamentos!

+ Como eram as rações dos soldados em diferentes guerras?

+ Como funciona o Caveirão?

Continua após a publicidade

+ Como foi a Guerra da Coreia?

GSG9 (GRUPO 9)

De onde é – Alemanha
Função – Criado um ano após o atentado na Olimpíada de Munique de 1972, o GSG9 foi uma das primeiras unidades a surgir para combater terrorismo. Atua também em caça a fugitivos e resgate de reféns
Duração do treinamento – 22 semanas
Como é – O curso inclui operações com aviões e esqui, uso das armas preferidas por terroristas e treinamentos em cooperação com outras unidades de combate ao terrorismo no mundo. De cada cinco candidatos, um é aprovado. Essa unidade ganhou todas as competições do Swat World Challenge, em 2005, uma espécie de olimpíada das tropas de elite.
Piores momentos – A identidade dos agentes da GSG9 é considerada top secret e, por isso, ela é a força que divulga menos detalhes sobre seu treinamento. Mas passar nas provas de tiro não deve ser moleza: os policiais são treinados para sacar e disparar uma arma em no máximo um segundo!

SWAT (ARMAS E TÁTICAS ESPECIAIS)

De onde é – Estados Unidos. Existem diversas equipes da Swat. A mais antiga é a de Los Angeles, criada nos anos 60
Função – Os policiais da SWAT são especialistas em entrar em edifícios e fazer o reconhecimento da área. Atuam ainda na prisão de fugitivos
Duração do treinamento – O curso da SWAT de Los Angeles dura 30 dias
Como é – O treinamento é semelhante ao de forças militares. De acordo com o ex-capitão do Bope Rodrigo Pimentel, ele tem menos matérias que o de outras tropas. Isso porque as especializações são feitas posteriormente em temas como armamentos e explosivos.
Piores momentos – Existem muitas atividades físicas puxadas, mas o mais arriscado mesmo são os treinamentos de tiro, que envolvem simulações e muita ação. Já houve pelo menos um caso de morte por tiros acidentais no curso básico e muitos outros em treinamentos para agentes já formados.

LE RAID (PESQUISA, ASSISTÊNCIA, INTERVENÇÃO E DISSUASÃO)

De onde é – França
Função – Unidade de combate ao terrorismo da polícia nacional francesa, criada em 1985, que conta com cerca de 60 membros
Duração do treinamento – 9 meses
Como é – Não é preciso ser um policial para tentar ser aprovado no treinamento do grupo, que inclui aulas de luta (com ênfase no boxe), tiro, pára-quedismo e ações com cães supertreinados – uma das especialidades do Le Raid. Há ainda provas que testam o candidato em situações extremas, como a resistência à claustrofobia. Algumas equipes da unidade também desenvolvem habilidades psicológicas para a negociação com criminosos.
Piores momentos – Num dos testes, os aspirantes atravessam um túnel, completamente escuro, enquanto instrutores atiram a menos de 10 centímetros de suas cabeças. Cães são soltos para desorientar os alunos, que são equipados com colete e capacete.

OMON (GRUPO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS DA POLÍCIA)

De onde é – Rússia
Função – Surgiu em 1979 para cuidar da segurança da Olimpíada de Moscou de 1980. É especialista na solução de sequestros
Duração do treinamento – 4 meses
Como é – Os candidatos são incentivados a seguir ordens cegamente. Os exercícios enfatizam o combate corpo a corpo e ensinam como lidar com crises em áreas urbanas. Mas há também um lado não tão “elite” da tropa: os agentes do Omon também são treinados para reprimir manifestações
Piores momentos – No teste final, o aluno tem de partir para a agressão contra cinco membros treinados da Omon. Se conseguir ficar de pé por três minutos em cada uma das brigas, é aprovado! A Omon perde oficiais com freqüência por participar de situações de alto risco. Em 2000, 20 policiais foram executados por membros do movimento separatista do território da Chechênia.

Publicidade