Clique e assine a partir de 8,90/mês

Qual a maior fossa marítima do mundo?

Por Luiz Romero - Atualizado em 4 jul 2018, 20h15 - Publicado em 12 abr 2012, 21h23

É a fossa das Marianas, depressão com 2.550 km de extensão e cerca de 11 km de profundidade, localizada entre o Japão e a Austrália. Perto dela, acidentes geográficos gigantes, como o monte Everest (8,8 km de altura) e o Grand Canyon (446 km de comprimento), ficam pequenos. A fossa é formada pelo choque entre as placas tectônicas do Pacífico e das Filipinas. Apesar de se moverem na mesma direção, a placa do Pacífico é mais rápida e atropela a das Filipinas. O ponto mais profundo é a depressão Challenger, descoberta em 1960. À época, Don Walsh, dos EUA, e Jacques Piccard, da Suíça, usaram um submersível para chegar até 10,9 km de profundidade. Nos anos seguintes, só missões não tripuladas exploraram a fossa. O minissubmarino Nereus foi o que desceu mais: 10.902 m abaixo do nível do mar, em 2009.

fossa-maritima-grafico

IMPACTO PROFUNDO

James Cameron queria buscar referências para a sequência de Avatar na depressão Challenger. A ideia não vingou porque há risco de tremores na região desde o tsunami japonês de 2011.

FONTES: BBC, The New York Times, hypertextbook.com, Faculdade de Ciências do Mar e do Ambiente da Universidade do Algarve e National Oceanic and Atmospheric Administration, dos EUA (NOAA).

Publicidade