Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Qual a origem da expressão “Hip-Hip-Hurra!”?

Ninguém sabe ao certo, mas existem hipóteses (todas bem esquisitas!). Uma delas remonta a manifestações contra os judeus na Europa do final do século XIX. Durante os protestos, a multidão gritava “Hep! Hep!” O grito seria adotado, mais tarde, pelas tropas de Hitler. Alguns pesquisadores afirmam que “Hep” deriva da expressão latina Hierosolyma Est Perdita, […]

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h29 - Publicado em 18 abr 2011, 18h57

Ninguém sabe ao certo, mas existem hipóteses (todas bem esquisitas!). Uma delas remonta a manifestações contra os judeus na Europa do final do século XIX. Durante os protestos, a multidão gritava “Hep! Hep!” O grito seria adotado, mais tarde, pelas tropas de Hitler. Alguns pesquisadores afirmam que “Hep” deriva da expressão latina Hierosolyma Est Perdita, ou “Jerusalém está perdida”. De acordo com essa versão, encontrada no livro The War Against Jews (A guerra contra os judeus, inédito no Brasil), do historiador Dagobert Runes, a interjeição “Hep” teria sido um grito de guerra dos cruzados medievais. A palavra “Hurra”, por sua vez, seria derivada do eslavo “hu-raj”, que queria dizer “ao paraíso”. Assim, a expressão completa significaria “Jerusalém está perdida e estamos a caminho do paraíso”. Outros autores afirmam que as três letras HEP eram entoadas pelos romanos seguidas do grito “Hurra!” (este sem significado aparente) para celebrar o fim de um levante na mesma Jerusalém, no ano 70.

Mas poucos estudiosos acreditam nisso. “Nenhuma dessas versões possui evidências suficientes. ‘Hep’ pode ter sido apenas um grito dos pastores medievais para conduzir seus rebanhos”, diz o historiador Robert Michael, da Universidade de Massachusetts, em Darthmouth, Estados Unidos.

Publicidade