Clique e assine a partir de 5,90/mês

Qual é o povo que mais chifra no mundo?

Os campeões são os noruegueses, com uma marca impressionante: 70% já tiveram pelo menos uma noite de deslize

Por Artur Louback Lopes - Atualizado em 1 ago 2018, 16h00 - Publicado em 18 abr 2011, 18h46

Entre os entrevistados de 41 nacionalidades que participaram da pesquisa The Global Sex Survey 2005, os que se mostraram menos fiéis foram os turcos: 58% declararam estar tendo ou já ter tido um relacionamento extraconjugal fixo. Mas, se o quesito for “apenas” uma escapadinha durante um relacionamento estável (casamento ou namoro firme), os campeões são os noruegueses, com uma marca impressionante: 70% já tiveram pelo menos uma noite de deslize. Os brasileiros não entraram nessa pesquisa, mas um levantamento conduzido pelo Projeto Sexualidade, do Hospital das Clínicas da USP, em 2003, e publicado no livro Descobrimento Sexual do Brasil, mostra que nós também gostamos de aventuras sexuais. Dos quase 7 mil entrevistados, 50,6% dos homens e 25,7% das mulheres declararam ter tido pelo menos um “caso” extraconjugal ao longo da vida. E a pesquisa vai além, mostrando o comportamento sexual em cada estado brasileiro. Do lado masculino, os baianos são os campeões de infidelidade (64% tiveram pelo menos uma “pulada de cerca”), enquanto, entre as mulheres, o título ficou com as cariocas (34,8%). Em ambos os sexos, os menores índices ficaram com os paranaenses: 19,3% das mulheres e 42,8% dos homens já traíram seus parceiros. Resta saber se os números revelam a realidade ou mostram simplesmente quem é mais sincero quando o assunto é sexo.

Duas formas de chifrar
Os reis da vida paralela não são os campeões das escapadasAmante fixo (A)País – Turquia

(%) – 58

País – Dinamarca

(%) – 46

País – Noruega

(%) – 41

País – Islândia

(%) – 39

País – Finlândia

(%) – 36

Continua após a publicidade

“Escapada”

País – Noruega

(%) – 70

País – Finlândia

(%) – 64

País – Suécia

(%) – 64

País – Nova Zelândia

(%) – 64

País – Dinamarca

(%) – 63

Continua após a publicidade
Publicidade