Clique e assine a partir de 8,90/mês

Qual é o segredo dos encantadores de serpente?

Por Redação Mundo Estranho - Atualizado em 4 jul 2018, 20h14 - Publicado em 18 abr 2011, 19h00
Fakir_with_a_flute_and_snake_India

Não se trata de nenhuma magia musical e sim de pura esperteza. Todas as cobras – inclusive a naja, a mais usada para esse tipo de apresentação – são praticamente surdas. O som da flauta, portanto, não tem nada a ver com a história. Quando o encantador abre o cesto onde está a serpente, ela se levanta naturalmente, pois faz parte de seu comportamento instintivo manter parte do corpo ereta. O que desperta a curiosidade do animal é o movimento que o encantador faz com a flauta. “Se ele executar o mesmo movimento com a mão ou com o braço, a cobra ficará interessada do mesmo jeito”, afirma o biólogo Giuseppe Puorto, do Instituto Butantã de São Paulo. Outro truque pode ajudar no sucesso da apresentação. “Alguns especialistas contam que os encantadores também passam urina de rato na ponta da flauta, o que atiça o faro da naja e ajuda a manter sua atenção fixa no instrumento.”

Publicidade