Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Qual foi o rei que mais tempo governou?

Segundo crônicas históricas antigas, foi Pepi II, faraó do Egito durante 94 anos. Quinto rei da Sexta Dinastia – período que se estende entre 2325 a.C. e 2150 a.C. -, ele teria subido ao trono com apenas 6 anos de idade. Seu governo foi marcado pela decadência econômica, pelo enfraquecimento do poder central e pelo […]

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h20 - Publicado em 18 abr 2011, 18h56

Segundo crônicas históricas antigas, foi Pepi II, faraó do Egito durante 94 anos. Quinto rei da Sexta Dinastia – período que se estende entre 2325 a.C. e 2150 a.C. -, ele teria subido ao trono com apenas 6 anos de idade. Seu governo foi marcado pela decadência econômica, pelo enfraquecimento do poder central e pelo aumento da criminalidade. Segundo textos da época, ele estava mais interessado em cerimoniais para os mortos do que no mundo dos vivos. A obsessão em construir monumentos fúnebres e preparar seu próprio ritual funerário é apontada como uma das causas do empobrecimento do Egito no período. Os relatos sobre a permanência de Pepi II no poder, porém, não são lá muito confiáveis e é difícil acreditar que alguém tenha completado 100 anos de vida dois milênios antes de Cristo. Além de serem de difícil comprovação, os registros antigos costumam apresentar a tendência de exagerar os fatos, confundindo mito com realidade. Bem mais fáceis de confirmar são os reinados de monarcas mais recentes.

Por isso, no ranking de longevidade no poder, a medalha de prata da rainha Vitória é inquestionável. Ela governou o Império Britânico durante 64 anos (1837-1901). O bronze fica com o imperador japonês Hirohito, que reinou por 63 anos (1926-1989). Já o monarca em atividade que está há mais tempo no poder é o rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, no trono desde 1950.

Publicidade