Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Que pessoas podem entrar num jogo sem torcida?

É uma galera e tanto: o total de testemunhas numa partida assim passa das 100 pessoas! Parece muito, mas esse é só o número de profissionais que trabalham em um jogo normal. Os portões são fechados só mesmo para os torcedores – até porque o objetivo da punição é dar uma lição nas torcidas mal-educadas. […]

Por Marina Motomura Atualizado em 4 jul 2018, 20h16 - Publicado em 18 abr 2011, 18h48

É uma galera e tanto: o total de testemunhas numa partida assim passa das 100 pessoas!

Parece muito, mas esse é só o número de profissionais que trabalham em um jogo normal. Os portões são fechados só mesmo para os torcedores – até porque o objetivo da punição é dar uma lição nas torcidas mal-educadas. Os fanáticos violentos podem ser punidos em dois casos: arremesso de objetos no campo ou invasão das quatro linhas. Até o final do Brasileirão de 2004, quando acontecia um desses casos, o clube da torcida infratora era punido com a perda do mando de campo – ele só podia jogar a uma distância mínima de 150 quilômetros de sua sede, mas a galera estava liberada para entrar. Em dezembro, a regra mudou: agora, o clube pode até jogar em um estádio de sua cidade, mas a torcida fica de fora, como acontece na Europa. A proibição estreou na primeira rodada do Brasileirão 2005 e afetou vários clubes, como Santos e Botafogo. Mas os mais atingidos até agora foram os corintianos, que vão ter de jogar três partidas com portas fechadas. Tudo porque a “fiel” fez um papelão invadindo o gramado do Pacaembu na derrota por 5 a 1 para o São Paulo, no mês de maio.

Penetras legais
Quem trabalha na partida está liberado

DIRETORIA

A regra permite no máximo oito dirigentes de cada clube, que assistem ao jogo das tribunas

EQUIPE DE APOIO

Onze pessoas ficam junto ao campo: um juiz reserva, um dirigente da CBF, seis gandulas e cinco ajudantes médicos

Continua após a publicidade

IMPRENSA

Podem entrar jornalistas que tenham a carteira da Associação de Cronistas Esportivos. São cerca de 20 por jogo

BANCO DE RESERVAS

Espaço para 11 pessoas de cada time: sete reservas e quatro da comissão técnica

SEGURANÇA

Em jogos de portões fechados o policiamento é normal. Pelo menos 50 soldados são convocados

Continua após a publicidade
Publicidade