Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Quem foi Vlad 3º, a inspiração de “Drácula”

A sanguinária vida de um nobre tão cruel que inspirou a criação de um dos mais famosos monstros da literatura e do cinema!

Por Danilo Cezar Cabral
Atualizado em 22 fev 2024, 10h22 - Publicado em 22 ago 2016, 13h36

retratofalado_Vlad-III

ILUSTRA Eduardo Belga

 

1) O príncipe Vlad III nasceu na cidade de Sighisoara, numa região da Europa central chamada Transilvânia. Sua família pertencia a uma ordem religiosa cristã que tinha uma dura missão: barrar o avanço na Europa dos muçulmanos do Império Otomano.

2) O ódio de Vlad por esses inimigos cresceu durante a adolescência, quando ele chegou a viver vários anos como refém dos turco-otomanos. No cativeiro, ele aprendeu o comportamento e os costumes dos muçulmanos.

3) Após a morte do pai (em 1447), Vlad III virou rei da Valáquia – região que, junto com a Transilvânia e a Moldávia, formariam a Romênia no futuro. A Valáquia estava cercada ao sul pelo poderoso Império Otomano e a oeste pelo forte reino da Hungria.

Continua após a publicidade

+ Retrato Falado: Catherine Deshayes, a mãe dos venenos
+ Retrato Falado: Dennis Nielsen, o serial killer carente

 

4) Durante seu reinado, Vlad usou o terror para rechaçar o avanço otomano. Com frequência, mandava empalar – atravessar com uma estaca – os rivais derrotados nas batalhas. Por isso ganhou o nome de Vlad Tepes – “empalador”, em romeno.

5) A brutalidade de Vlad era lendária. Dizem que certa vez ele teria deixado uma moeda de ouro no meio de uma cidade. Com medo de suas terríveis punições – que incluíam até enterrar gente viva! –, ninguém ousou roubar a moeda durante seu reinado

6) Até a nobreza da Valáquia viveu o terror nas mãos dele. Para se vingar de nobres que haviam traído seu pai, Vlad os convidou para um banquete. Em segredo, emitiu documentos ordenando o assassinato deles por empalamento após a festa.

Continua após a publicidade

+ Retrato Falado: Gilberto Valle, o canibal virtual
+ Retrato Falado: Jim Jones, líder de uma seita suicida

 

7) A ordem religiosa dos Vlad era a Ordem do Dragão. Por isso, ele adotou o sobrenome Draculea (“filho do dragão”). O nome e a história sanguinária de Vlad III inspiraram o escritor irlandês Bram Stoker a lançar, em 1897, um certo livro chamado Drácula

Que fim levou?

Em 1476, o homem que deu origem ao maior vampiro da ficção foi decapitado em uma floresta na Valáquia após mais uma batalha contra os velhos rivais muçulmanos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.