Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Santos Dumont inventou o avião?

Resposta curta: não. Resposta longa: não é bem assim

Por Felipe Sali Atualizado em 4 jul 2018, 20h21 - Publicado em 2 mar 2017, 17h20

PERGUNTA DA LEITORA Joana Salles, Rio de Janeiro, RJ
ILUSTRA Kiko Mauriz
EDIÇÃO Felipe van Deursen

Não é bem assim. Na verdade, é difícil eleger um único inventor para o avião, pois vários outros experimentos parecidos estavam acontecendo simultaneamente ao redor do mundo. O alemão Otto Lilienthal, por exemplo, já voava com um planador quando morreu em 1896. Nos EUA, os irmãos Wright percorreram 260 m com a sua aeronave, três anos antes do brasileiro. Em todo caso, é inegável a contribuição de Dumont para a aviação. Além de ele ter criado o primeiro modelo de avião a ser produzido em grande escala na história, muitas das suas invenções são usadas até hoje.

SÓ NO JEITINHO
Para montar o 14 Bis, Santos Dumont usou bambu, madeira, seda japonesa, alumínio e algumas gambiarras. Ele tinha funcionários trabalhando no projeto, mas era comum vê-lo com a mão na massa

 

Santos Dumont
Kiko Mauriz

Santos Dumont

  • As rodas foram retiradas de uma bicicleta
Santos Dumont
Estas partes foram inspiradas nas “Células de Hargrave”, do inventor australiano Lawrence Hargrave: basicamente, caixas quadradas vazadas que funcionam como pipas Kiko Mauriz

 

Santos Dumont
As asas eram em V para dar estabilidade. Os irmãos Wright usaram a mesma técnica, mas com o ângulo inverso Kiko Mauriz
Continua após a publicidade

 

Santos Dumont
Kiko Mauriz
Santos Dumont
Kiko Mauriz

 

Outros modelos
O 14 Bis é o mais famoso de uma série de aeronaves do inventor

 

Santos Dumont

  1. Modelo 1
    Em forma de charuto, tinha 25 m de comprimento. Usava hidrogênio e um motor de propulsão a gasolina. Não teve bom desempenho
  2. Modelo 09
    Um dos menores que o inventor construiu. Por ser fácil de aterrissar na cidade, foi o mais usado para Santos Dumont passear
  3. Modelo 06
    Foi com este dirigível que Santos Dumont contornou a Torre Eiffel, em Paris, em 1901. O inventor já era famoso, mas depois dessa ele virou celebridade global
  4. Modelo 13
    Nunca chegou a ser testado, pois foi destruído em uma tempestade. Ainda bem! A combinação de hidrogênio com um gerador de ar quente o tornava altamente inflamável
  5. Modelo 19/20
    Por ser leve e sofisticada, a máquina foi apelidada de “Demoiselle” (termo francês para “libélula”). Cheio de inovações, como o leme em um local mais adequado, o modelo é um dos mais importantes de Santos Dumont

 

LEIA TAMBÉM:
+ Como uma viagem de avião afeta o corpo? 
+ Como o avião voa? 
+ Como funciona a cabine de comando de um avião? 
+ O que acontece se a porta de um avião se abre durante um voo?

FONTES Livros Asas da Loucura, de Paul Hoffman, Os Balões de Santos Dumont, de Rodrigo Moura Visoni, O Que Eu Vi, o Que Nós Veremos, de Santos Dumont; documentário O Homem Pode Voar, de Nelson Hoineff; sites Museu do Amanhã, Fundação Santos Dumont e Associação Nacional de Aviação Civil

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)