Clique e assine a partir de 5,90/mês

Podcast Dossiê #8: Hambúrguer sem carne

Os hambúrgueres vegetarianos estão com tudo. Mas são uma moda passageira ou vieram para ficar? Têm mesmo gosto de carne? E podem se tornar tão populares, um dia, quanto o hambúrguer comum?

Por Bruno Garattoni - Atualizado em 5 fev 2020, 13h24 - Publicado em 8 jan 2020, 18h26

Nos Estados Unidos, um grupo de investidores que inclui Bill Gates e o Google gastou US$ 250 milhões para criar o Impossible Burger: um hambúrguer feito de plantas que supostamente tem gosto, cheiro e textura idênticos à carne. Ele ganhou um prêmio da ONU, entrou no cardápio do Burger King – e hoje o seu fabricante, que se chama Impossible Foods, alcançou um valor de mercado de US$ 3 bilhões.

No Brasil, o produto mais conhecido é o Futuro Burger, da Fazenda Futuro, que foi lançado em maio deste ano e está disponível em 6 mil restaurantes e supermercados. Ele é feito de soja, ervilha, grão de bico e beterraba – que é usada para reproduzir o sangue da carne de verdade. Os hambúrgueres sem carne estão com tudo. Mas eles são só uma moda passageira, ou vieram para ficar? Têm mesmo gosto de carne? Podem se tornar tão populares, um dia, quanto o hambúrguer comum?

Para conversar sobre isso, convidamos a nutricionista Alessandra Luglio, consultora da Fazenda Futuro e diretora do departamento de saúde e nutrição da Sociedade Vegetariana Brasileira. E o jornalista Marcos Nogueira, colaborador da Super, autor do livro “Cozinha Bruta” e dono do blog Cozinha Bruta.

Continua após a publicidade
Publicidade