Clique e assine a partir de 5,90/mês

A descoberta da insulina

O segredo do xixi do cão

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h33 - Publicado em 31 mar 1999, 22h00

A importância da insulina, uma das proteínas indispensáveis para o funcionamento do corpo, foi revelada pela urina de um cachorro. Em 1889, os médicos alemães Joseph von Mering e Oscar Minkowski retiraram o pâncreas de um cão para verificar se isso modificava a digestão de gordura. Por acaso, observaram que o xixi do bicho tinha passado a atrair mais moscas. Ao examinar a urina, verificaram que ela estava cheia de açúcar. Seguindo a pista aberta pelo achado, Mering e Minkowski descobriram que o pâncreas produzia uma secreção, chamada insulina, indispensável à absorção do açúcar pelo organismo. Sem ela, a glicose não entra nas células onde é transformada em energia. E, o que é pior, ao acumular-se no sangue acaba causando a diabete. Hoje, esse hormónio é extraído do organismo dos animais e usado como remédio por quem sofre de diabete grave.

Publicidade