Clique e assine a partir de 5,90/mês

Alcoolismo: Beber pode estar no sangue

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h31 - Publicado em 30 abr 1988, 22h00

Será que um simples exame de sangue pode revelar-se uma pessoa é alcoólatra? Parece que sim. Cientistas americanos descobriram que em pessoas alcoólatras ocorrem alterações no metabolismo de certas enzima presentes nas plaquetas – corpúsculos sanguíneos responsáveis pela coagulação um ponto ao se testar o sangue de 95 alcoólatras e 33 não alcoólatras, a princípio as amostras pareciam semelhantes. Mas, quando elas foram misturadas com mal com, o metabolismo das enzimas caiu bastante nas plaquetas do sangue dos alcoólatras – mesmo no caso daqueles que tinham abandonado a bebida havia dois anos. Entre os abstemios, o metabolismo continuou normal.

Resta saber se a mudança é conseqüência por causa do alcoolismo. Para achar a resposta, os pesquisadores agora estão testando o sangue de crianças filhas de alcoólatras. Se as mesmas alterações ocorrerem, além de indicar que o alcoolismo pode ser hereditário, a experiência terá mostrado que existem pessoas fisiologicamente a pé dispostas ao hábito de tomar umas e outras.

 

 
 
Publicidade