Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Anticoncepcionais podem estar danificando o cérebro

Por EXAME.com
Atualizado em 31 out 2016, 19h00 - Publicado em 6 ago 2015, 19h45

Por Marina Demartini

Uma pesquisa realizada na Universidade da Califórnia (UCLA), nos Estados Unidos, trouxe informações alarmantes para mulheres do mundo todo. Os pesquisadores da instituição descobriram que o uso de anticoncepcionais pode estar danificando o cérebro.

Os cientistas dividiram 90 mulheres em dois grupos: 44 que tomavam as pílulas regularmente e 46 que não. Eles notaram que duas regiões específicas do cérebro, o córtex orbitofrontal lateral e o córtex cingulado posterior, tendiam a ser mais finos nas mulheres que tomavam a contracepção oral.

Se você não é médico, provavelmente nunca ouviu falar dessas duas regiões do cérebro. Elas desempenham um papel importante na saúde das pessoas. O córtex orbitofrontal lateral, por exemplo, regula as emoções e a resposta a recompensas.

Continua após a publicidade

Aliás, mudanças no córtex orbitofrontal lateral podem ser responsáveis pelo aumento da ansiedade e sintomas depressivos que algumas mulheres sentem quando começam a tomar a pílula.

Já o córtex cingulado posterior está envolvido com o pensamento interior-dirigido. Essa parte do cérebro está relacionada com a memória e o desenvolvimento de planos para o futuro.

Os cientistas ainda não determinaram se estas alterações neurológicas são permanentes. “Nós precisamos fazer mais estudos para descobrir que comportamentos podem ser alterados pela pílula”, disse Nicole Petersen, neurocientista da UCLA, em entrevista ao Huffington Post.

Continua após a publicidade

Pesquisas e mais pesquisas

Em 2010, pesquisadores já haviam documentado que a pílula oral altera algumas partes do cérebro envolvidas na regulação do humor. No entanto, eles haviam descoberto que determinadas regiões tinham aumentado de tamanho.

Apesar de preocupante, já era de se esperar que a pílula provocasse efeitos negativos no cérebro. Afinal, hormônios sexuais, como o estrogênio, influenciam (e muito) o sistema nervoso da mulher.

Esta não é a primeira vez que um estudo revela os males dos anticoncepcionais. Uma pesquisa recente descobriu que mulheres que tomam contraceptivos orais combinados (aqueles que combinam diversos tipo de hormônios) têm um risco de trombose venosa quadruplicada em relação àquelas que não tomam pílulas.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.