GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Como fazemos café descafeinado?

São quatro os processos conhecidos para produzir o café mais relaxante

Existem quatro processos para produzir um cafezinho mais relaxante. Os passos iniciais, no entanto, são sempre os mesmos: mergulhar os grãos em água quente e, em seguida, em algum tipo de solvente que retire deles parte da cafeína. O problema é que todos esses processos são muito pouco eficientes.

A maioria encarece o produto final – e se você se enquadra no grupo dos nervosos, porém econômicos, é improvável que se acalme gastando mais.

A luz no fim do túnel apareceu em julho, quando pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas descobriram um tipo de grão com níveis de cafeína naturalmente reduzidos. O café é originário da Etiópia e tem 0,06% de cafeína (contra 1,2% dos grãos normais). Ele foi recolhido em 1965 durante uma expedição da Organização do Alimento e Agricultura, da ONU. Eles estavam armazenados no Instituto Agronômico de Campinas há quase 30 anos.

Mas, mal o estudo foi divulgado, os pesquisadores foram acusados de biopirataria, porque trouxeram grãos da África ilegalmente. Para suportar o nervosismo da acusação, só tomando um cafezinho quase sem cafeína.

Descafeinando

Métodos para “acalmar” o grão

Banho de solventes

COMO É: Usa cloreto de metileno ou etil-acetato, substâncias que se ligam às moléculas de cafeína, retirando-as do grão

FALHA: Não dá para remover totalmente o solvente do café e o sabor é alterado

Gás carbônico

COMO É: Numa caldeira de alta pressão, gás carbônico atrai as moléculas de cafeína, mas não as que dão sabor à bebida

FALHA: O método é caro e o custo acaba sendo repassado ao consumidor

A montanha de água

COMO É: Os grãos ficam imersos em água quente até que muitas substâncias bóiem. Dessa água, são retiradas as moléculas de cafeína. Os grãos, então, voltam a ela a fim de reabsorver as substâncias que dão o sabor

FALHA: O processo é pouco higiênico e foi apelidado de “método da água suja”

Água suja aprovada

COMO É: Os grãos ficam imersos em água saturada por substâncias de café. Essa saturação faz com que as moléculas de cafeína, que são menores, sejam absorvidas.

FALHA: É água suja de novo, mas aprovada pelas entidades de fiscalização sanitária