GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Depois do treino, você pode comer o que quiser

Ok, você detonou calorias e seu metabolismo está mais acelerado do que carro de Fórmula 1. Mas isso não quer dizer que você pode colocar o que quiser no prato e comer até cair. Caso você consuma calorias demais, seu corpo vai queimar apenas esse excesso, e não as reservas energéticas já acumuladas sob a forma de gordura. Resultado: o peso vai continuar igual.

Isso são significa, porém, que você deva se limitar a uma salada de alface. A oportunidade de ganho de massa muscular depois da atividade física, por meio de uma alimentação adequada, é única. Uma boa refeição pós-treino, segundo o nutricionista César Grosso, da CNutre Nutrição Inteligente, deve ter de 3 a 4 partes de carboidrato (arroz, macarrão, batata) para uma parte de proteína (um bife de carne, um filé de frango ou um peixe). As fibras devem ser deixadas para mais tarde, para que a absorção do carboidrato seja mais rápida. Para quem não tem tempo de sentar à mesa e bater um pratão, vale um bom sanduíche, seguindo as mesmas proporções acima.