GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Feijão e pó-de-arroz

No livro, ela prova que o mundo dos restaurantes é feito de bajulação e tratamento desigual a críticos e a clientes comuns.

Marcos Nogueira

Alho e Safiras

Ruth Reichl, Objetiva, 360 páginas, R$ 46,90

O retrato de Ruth Reichl estava pendurado nas cozinhas dos melhores restaurantes de Nova York. Mas a crítica gastronômica do The New York Times usou táticas de espionagem para driblar a bajulação: munida de peruca, roupas estranhas e uma pesada maquiagem, ela era tratada como uma freguesa qualquer em jantares memoráveis – para o bem ou para o mal. No livro, ela prova que o mundo dos restaurantes é feito de bajulação e tratamento desigual a críticos e a clientes comuns.

Frase: “Um dos requisitos básicos para um crítico de gastronomia é a habilidade de ser anônimo.”

Para quem: já comeu antes de começar a leitura.