Clique e assine a partir de 5,90/mês

Internet pode beneficiar a memória

Acredite: a tecnologia tem tudo para se tornar uma grande aliada do cérebro dos mais velhos

Por Ana Luísa Moraes, de Saúde - 6 set 2017, 11h17

Para quem já está acostumado com o mundo digital, ações como o clique duplo ou o Ctrl+c e Ctrl+v parecem básicas. Porém, para as mulheres acima de 65 anos que fizeram parte de um estudo da Universidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, esses comandos propiciaram ganhos em suas capacidades cognitivas.

Elas participaram de 15 oficinas de navegação na internet e, ao fim do experimento, um questionário indicou uma melhora significativa na memória e na atenção. Já outro grupo, que permaneceu offline, teve uma piora nas mesmas funções.

“É natural que certas habilidades diminuam com o envelhecimento. Mas mostramos que é possível estimular a cognição dos idosos com o uso do computador”, conta a psicóloga Mônica Kieling, autora da pesquisa.

4 dicas para dar início à vida digital

Faça um roteiro
Escreva um passo a passo com todas as instruções para fazer o básico. Isso inclui senhas e como ligar e desligar a máquina.

Perca o medo
Um dos maiores receios dos idosos é estragar o computador. Não se preocupe: ele é resistente. Pode explorar à vontade.

Procure ajuda
Pergunte se familiares ou amigos podem auxiliar no começo. Mas atenção: o professor tem de ser paciente.

Vá com calma
Não tente assimilar tudo de uma só vez. Aprender três novas coisas com uma hora de prática já é mais do que suficiente.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Saúde

Continua após a publicidade
Publicidade