GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Lendas Urbanas – A voz do povo é a voz do além

O melhor da sabedoria popular quando o assunto são fantasmas, mortos-vivos e satanismo

5 CAS DE PACTO COM O DEMO

XUXA 666
As teorias satanistas acompanham Xuxa, frequentemente acerca de variações do 666, o número da Besta. Por exemplo, no verso “Marquei um X, um X, um X no seu coração”, repete-se 3 vezes o xis. Ou, de trás pra frente, six six six. E adivinhe quem está na capa da edição 666 da revista Caras? Sasha Meneghel.

BLUESMAN ENCAPETADO
Dizem que Robert Johnson, um dos maiores nomes do blues, vendeu a alma ao capeta. Ele teria morrido precocemente, aos 27 anos, por conta de uma dívida com o dito-cujo. Ainda jovem, roceiro no Mississippi, Johnson levou seu violão a uma encruzilhada para o Diabo tocar um pouco – em troca, ele viraria um astro. O fato de Johnson preferir blues “seculares” às letras gospel ajudou a alimentar a lenda nos anos 30.

HELLO KITTY MUDA
A gata-boneca teria sido inventada em 1974 pela empresa Sanrio para um pacto demoníaco: se a filha do criador tivesse seu câncer na boca curado, a boneca seria ofertada ao capeta. O fato de Hello Kitty não ter boca seria a prova, e “kitty” significaria “diabo” em chinês. O fato é que a criação é japonesa e, no site oficial, a Sanrio justifica assim o rosto sem boca: “Hello Kitty se comunica com o coração”.

FOFÃO E O PUNHAL
O bochechudo personagem da TV, criado nos anos 80, tinha uma série de brinquedos licenciados. Entre eles, um boneco que criou pânico por supostamente esconder um punhal – na verdade, uma haste que sustentava a cabeça. Logo surgiram boatos de que o ator Orival Pessini, intérprete do personagem, teria prometido ao Diabo esconder pessoalmente a arma. Em cada um dos milhões de bonecos.

LED ZEPPELIN AO CONTRÁRIO
Um programa de televisão em 1982 levantou a dúvida: Stairway to Heaven seria uma ode ao coisa-ruim? Há quem jure que, quando a música é tocada ao contrário, Robert Plant canta que “esta é para o meu doce Satã”.

5 ESPÍRITOS QUE VAGAM POR AÍ

GEORGE REEVES
O ator que foi o primeiro Super-Homem do cinema é um dos espíritos mais vistos na região da Benedict Canyon Drive, em Beverly Hills, onde morreu em 1959 com um tiro, aparentemente suicida. Até hoje visitantes dizem escutar tiros e gritos nas redondezas – e alguns dizem ver George Reeves vestindo o uniforme do Homem de Aço.

ABRAHAM LINCOLN
A Casa Branca é rica em aparições de espectros, mas nenhum finado é tão popular ali quanto o 16º presidente dos EUA. Lincoln teria sido visto por funcionários, convidados e chefes de estado. O encontro mais famoso teria sido quando Winston Churchill, durante a 2a Guerra, saiu do banho, nu, já com charuto em punho, e disse ao fantasma: “Boa noite, Sr. Presidente. Parece que estou em pequena desvantagem”.

RODOLFO VALENTINO
O astro do cinema mudo e primeiro amante latino de Hollywood morreu em 1926 com apenas 31 anos, de infecção cirúrgica. A casa do ator, Falcon’s Lair, em Hollywood, estaria assombrada desde então. Quando viu o fantasma ao adquirir a propriedade tempos depois, o ator Harry Carey declarou que Valentino continuava bonito.

JOHN LENNON
O beatle era um espírito livre. Nada mais natural que seja avistado ao redor do mundo, sem preconceitos. De Paul McCartney a Liam Gallagher, o vocalista do Oasis, muita gente já viu o vulto do músico inglês. O lugar que Lennon mais assombra, claro, é o edifício Dakota, em Nova York, onde foi morto.

MARILYN MONROE
Um dos primeiros trabalhos da musa, posando para um comercial à beira da piscina do Roosevelt Hotel, em Hollywood, marcou não só a vida mas também a pós-vida de Marilyn. Seu fantasma ainda assombra os corredores e o enorme espelho onde hóspedes e funcionários dizem ter visto o espírito da atriz.

5 FANTASMAS FAMOS

A LOIRA DO BANHEIRO
É o fantasma de uma mulher que teria assassinado os próprios filhos. Caso seu nome seja pronunciado três vezes diante de um espelho de banheiro, a assombração aparecerá diante do convocador e arrancará seus olhos.

OS FANTASMAS DE AMITYVILLE
Em 1974, Ronald “Butch” DeFeo Jr. matou toda a família na vila de Amityville, em Long Island, Nova York. No ano seguinte, os compradores da casa que foi cena do crime conseguiram ficar apenas 28 dias ali, aterrorizados com barulhos e visões. O caso virou tema de dois filmes. DeFeo tem 59 anos e cumpre pena na cadeia de Green Haven.

MARIE LAVEAU
Filha de um agricultor branco com uma mulher negra, a mais famosa praticante de feitiçaria de Nova Orleans teria vivido entre 1794 e 1881. A morte não impediu que Marie continuasse sendo vista perambulando pela cidade. Seu fantasma garante desejos aos seguidores, mas pune com tapas na cara e pesadelos aqueles que caçoam de seu nome ou maculam seu túmulo, no cemitério Saint Louis, na cripta da família Glapion.

A SENHORA DE MARROM
Uma das fotografias de espectros mais conhecidas da história foi clicada em 1936 em Norfolk, Inglaterra, e publicada na revista Country Life em 26 de dezembro daquele ano. A imagem mostra o que parece ser o fantasma de uma mulher descendo uma escadaria na Mansão Raynham Hall, com um robe ou vestido escuro – daí o nome do fantasma. A autenticidade da foto nunca foi provada ou negada.

O HOLANDÊS VOADOR
O navio mercante do século 17 é o mais famoso fantasma não humano da história. Foi amaldiçoado quando seu capitão decidiu enfrentar uma tempestade. Diz a lenda que ele aparece como uma imagem turva ou uma luz estranha, e teria sido visto pela última vez em 1923, na costa da África do Sul.