Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Morar em duas casas é o melhor para filhos de pais separados?

Novo estudo indica que, do ponto de vista da saúde mental, sim. Mas há ponderações importantes nessa história

Por Vand Vieira, de Saúde
6 set 2017, 11h49

Quando o juiz opta pela custódia física compartilhada após a separação de um casal, muita gente questiona se essa decisão não provoca instabilidade na rotina e na saúde mental das crianças. Mas, ao analisarem os questionários respondidos por 807 voluntários mirins, pesquisadores da Universidade de Estocolmo, na Suécia, notaram que pais e filhos têm a ganhar nesse cenário.

O principal benefício seria a menor incidência de picos de estresse entre meninos e meninas. Isso porque eles foram considerados menos propensos a perder contato com parentes e amigos, a baques financeiros e à preocupação com o bem-estar da mãe ou do pai que vê com menor frequência. Isso, claro, quando a guarda compartilhada era comparada a outros arranjos decorrentes do divórcio.

Os adultos, por outro lado, teriam a oportunidade de exercer um papel mais ativo – e cada vez melhor – na vida dos pequenos. “Essa medida também favorece a divisão das responsabilidades”, destaca a neuropsicóloga especializada em desenvolvimento infantil Deborah Moss, de São Paulo.

Continua após a publicidade

Mas claro, a conclusão do trabalho sueco nem sempre se aplica. Para criar ambientes realmente saudáveis, é preciso que os pais se deem bem – entre si e com a criança. O mesmo vale para seus respectivos novos parceiros. O recado final, portanto, é fugir de estigmas e buscar, sempre que possível, o diálogo.

Este conteúdo foi originalmente publicado em Saúde

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.