Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Mortadela leva carne de cavalo?

A carne eqüina não é consumida no Brasil porque a maioria das pessoas acha a idéia repugnante.

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 19h04 - Publicado em 31 jul 2003, 22h00

Pode até levar, mas dificilmente você comerá o pernil de um alazão sem saber. A crença popular de que cavalo velho vai para a fábrica de mortadela é pura lenda. No Brasil, a mortadela tradicional é um embutido feito à base de carnes suína e bovina. Sempre que carnes diferentes – como peru ou frango – entram na receita, a lei exige menção na embalagem. “A mortadela é barata, muita gente a considera brega”, diz o sociólogo Gabriel Bolaffi, autor do livro A Saga da Comida e entusiasta da mortadela. Segundo Bolaffi, o baixo preço pode ter levado as pessoas a imaginar que o produto é feito com animais de tração “aposentados”. A carne eqüina não é consumida no Brasil porque a maioria das pessoas acha a idéia repugnante. Na região de Bolonha, Itália, onde surgiu a mortadela, a carne de cavalo é vendida em açougues especiais. Ainda assim é difícil encontrar mortadela eqüina.

Há um consórcio que estabelece normas rígidas para padronizar a produção do embutido: só levam o carimbo do Consorzio Mortadella Bologna os frios feitos só de carne suína. Produtores que dispensam o aval do consórcio vendem, sim, mortadela de cavalo. E a vendem a preço de ouro, pois, afinal, trata-se de uma fina iguaria.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.