GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Bélgica pratica eutanásia em crianças de 9 e 11 anos

Procedimento foi solicitado pelas próprias crianças, que tinham doenças terminais; mesmo assim, gerou polêmica

Duas crianças, de 9 e 11 anos, foram submetidas à eutanásia na Bélgica, segundo um relatório elaborado pelo governo do país. A menor tinha um tumor cerebral incurável, e a outra sofria de fibrose cística, uma doença genética que afeta os pulmões e causa infecções e dificuldades respiratórias. Os procedimentos aconteceram entre 2016 e 2017, mas só agora foram revelados.

Desde 2014, a Bélgica permite que crianças em estado terminal solicitem a eutanásia. Elas são avaliadas por uma junta de psiquiatras, que devem aferir a sanidade mental da criança – e atestar que sua decisão não foi influenciada pela família. Mesmo se todas essas etapas forem cumpridas, os pais do paciente ainda têm o poder de vetar a eutanásia.

A revelação sobre as duas crianças causou polêmica no país, cujas leis sobre eutanásia são consideradas excessivamente permissivas. No ano passado, 360 médicos belgas divulgaram um abaixo-assinado em que solicitam maior parcimônia na realização da prática. No biênio 2016-2017, 4.337 belgas morreram por meio de eutanásia – a média cresceu 500% nos últimos dez anos.