Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Califórnia decide proibir todos os combustíveis fósseis

Estado americano, que tem 40 milhões de habitantes (e a quinta maior economia do mundo), será 100% alimentado por energia limpa

Por Bruno Garattoni Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 6 set 2018, 15h13 - Publicado em 6 set 2018, 15h07

A medida consta da lei SB 100, que já foi aprovada pelo Legislativo e deverá ser sancionada pelo governador da Califórnia. Ela prevê que, a partir de 2045, o Estado só poderá utilizar energias limpas, passando a ser proibida a queima de combustíveis fósseis – seja em automóveis ou em usinas termelétricas. Toda a eletricidade, desde a usada em residências e veículos até a consumida pela indústria e pelo comércio, deverá ter origem limpa. 

Haverá um período de transição, com metas progressivas (em 2030, por exemplo, as emissões de CO2 já terão de ser 40% mais baixas), mas o objetivo é ambicioso: a Califórnia tem quase 40 milhões de pessoas e, se fosse um país, seria a quinta maior economia do planeta. Analistas do setor de energia chegam a duvidar que a mudança seja exequível, principalmente porque a Califórnia tem apenas uma usina nuclear – e ela será desativada em 2025. Não há planos de construir novos reatores.

O Estado pretende usar energia solar e éolica, que apresenta limitações: sua geração está sujeita a variações imprevisíveis (pode ventar menos ou fazer menos sol), e atualmente não existe uma maneira economicamente viável de armazenar toda a eletricidade excedente para utilizá-la em momentos de maior demanda. A aposta é que a tecnologia evolua para tornar isso possível, e a indústria tem caminhado nessa direção: em 2017, a Tesla instalou a maior bateria do mundo na Austrália, onde ela abastece 1,7 milhão de pessoas.  

Atualmente, 29% da eletricidade utilizada na Califórnia vem de fontes limpas – o triplo do que acontecia na década passada.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.