Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Quais são os principais temas de pesquisa no Brasil?

Um relatório analisou mais de 300 mil artigos publicados entre 2015 e 2020. Confira os principais assuntos – e com quais países o Brasil mais colabora.

Por Maria Clara Rossini Atualizado em 15 out 2021, 11h09 - Publicado em 14 out 2021, 22h39

A produção brasileira de artigos científicos cresceu 32,2% entre 2015 e 2020. É mais do que a média mundial, que foi de 27,1%. Mas o que o brasileiro pesquisa? O relatório “Panorama da ciência brasileira: 2015 – 2020”, produzido pelo Observatório de Ciência, Tecnologia e Inovação, mapeou os principais temas de estudo no Brasil.

O levantamento se baseou nos artigos científicos presentes no Web of Science, uma plataforma que reúne pesquisas de todo o mundo. No total, mais de 11 milhões de artigos foram publicados entre 2015 e 2020. Desses, 372 mil contaram com a participação de ao menos um brasileiro.

No gráfico abaixo, veja com quais países o Brasil mais colabora e quais foram os principais temas de pesquisa nesse período.

Infográfico sobre a produção brasileira de artigos científicos. Do lado esquerdo, uma numeralha indica que 11.584.207 artigos foram publicados entre 2015 e 2020 e 372.000 deles, com participação de brasileiros. No centro, esferas representam os 16 principais temas de pesquisa no Brasil e a quantidade de artigos. Além disso, estão apontadas num globo quais são as maiores colaborações internacionais.
Natalia Sayuri Lara, Maria Clara Rossini e Rafael Battaglia./Superinteressante

 

Educação lidera o pódio, com 16.672 artigos publicados entre 2015 e 2020. Se o tema surpreendeu, lembre que Pedagogia é o curso que mais recebe estudantes de graduação no Brasil. Logo, há mais mão de obra. Os temas seguintes são Biodiversidade, Nanopartículas e Pecuária e Aquicultura.

Para chegar ao resultado, o relatório fez uma análise da frequência das palavras-chave contidas nas pesquisas. Por exemplo: as palavras “ovelha” e “gado” estão relacionadas à agricultura, enquanto “entrelaçamento quântico” e “ondas gravitacionais” são campos da física teórica.

O relatório ainda mostra os países que mais fazem pesquisa em parceria com o Brasil. Os Estados Unidos está presente em 36% dos artigos brasileiros realizados em colaboração internacional. Depois vêm Inglaterra, Espanha, França e Alemanha.

Continua após a publicidade

Publicidade