Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Robôs selecionam candidatos a emprego nos EUA

Software que analisa palavras e gestos já foi usado em 20 milhões de entrevistas

Por Bruno Garattoni 20 Maio 2021, 16h19

A plataforma da empresa americana HireVue, que substitui o recrutador humano nas seleções de emprego, ultrapassou a marca de 20 milhões de entrevistas realizadas nos EUA. A pessoa que está se candidatando ao emprego entra num link e assiste a um vídeo previamente gravado, em que um humano faz as perguntas.

Enquanto ela responde, sua imagem é monitorada e analisada pelo software, que detecta sorrisos e gestos e busca determinadas palavras-chave no discurso do candidato para determinar se está dando boas respostas. O programa atribui uma pontuação, e só as pessoas mais bem colocadas são escolhidas para uma entrevista de verdade, com alguém do RH.

A prática é controversa, pois o sistema é primitivo (só reconhece palavras-chave, não é capaz de interpretar o discurso) e potencialmente preconceituoso: em 2017, a Amazon parou de usar sua ferramenta do tipo após constatar que ela discriminava mulheres. A HireVue diz que vai deixar de analisar as expressões faciais dos candidatos.

Publicidade