Clique e assine a partir de 8,90/mês

27 aplicativos para salvar o mundo

Existem 700 mil aplicativos para iPhone. Para Android, 600 mil. Tem de tudo. Inclusive alguns que podem melhorar o trânsito, proteger o meio ambiente, mudar os nossos hábitos de consumo e a maneira como você se relaciona com as pessoas e o planeta.

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h33 - Publicado em 20 nov 2012, 22h00

Por Anna Carolina Rodrigues

1. TRANSPORTE
Reduzir o número de carros nas ruas, irritar-se menos no trânsito e até conseguir uma carona. Veja apps para fazer tudo isso.

BIKE RIO, BIKE SAMPA E BIKE POA – iOS e Android

Para que serve: Alugar uma bicicleta.
Como funciona: Dá acesso a uma rede de estações espalhadas pela cidade, onde você pode alugar uma bike pelo tempo que quiser. A ideia, inspirada num projeto de Paris (leia mais na pág. 52), já chegou a Porto Alegre, Rio e São Paulo. Funciona assim. Você baixa o app e paga uma adesão de R$ 10 (com cartão de crédito). Aí, aparece um mapinha com as estações mais próximas de você. Basta ir até uma delas e usar o seu smartphone para liberar uma bicicleta. PREÇO: Viagens de até meia hora são gratuitas (a partir daí, são cobrados R$ 5 a cada 30 minutos de uso).

Baixe:

Bike Rio – iOS / Android

Bike Sampa – iOS / Android

Bike Poa – iOS / Android

ZAZ CAR – Disponível para iOS e Android
Acesse zazcar.com.br pelo navegador do celular

Para que serve: Alugar um carro por poucas horas.
Como funciona: Você se cadastra, recebe um cartão e vai até um dos pontos de aluguel (são 45, apenas em São Paulo) pegar o carro. Roda à vontade e, quando terminar, devolve o veículo. É o conceito de carsharing: cada carro pode ser usado por várias pessoas por dia, aliviando o trânsito. O serviço é uma versão brasileira do ZipCar, que tem 767 mil usuários em cinco países. PREÇO a partir de R$ 6/hora.

RIDE JOY – Disponível para iOS (clique para baixar)

Para que serve: Dar e oferecer carona.
Como funciona: Você indica para onde está indo, diz se quer dar ou receber carona, e o aplicativo te coloca em contato com outras pessoas que vão fazer aquele mesmo trajeto. A carona pode ser de graça ou cobrada. GRÁTIS Conheça também o site caronetas.com.br

STRAVA – Disponível para iOS (clique para baixar) e Android (clique para baixar)

Para que serve: Transformar o smartphone em computador de bordo da sua bike.
Como funciona: Usa o GPS do celular para determinar a localização, a velocidade e os percursos da bicicleta. Esses números são transformados em gráficos de desempenho, que você pode analisar e comparar com os dos seus amigos. GRÁTIS

RIDE OFF CARBON – Disponível para Android (clique para baixar)

Para que serve: Ver quanto CO2 você emite rodando de carro – e o quanto pode reduzir andando de ônibus ou de bicicleta.
Como funciona: Basta abrir o app quando você estiver na rua, e ele calcula tudo. GRÁTIS

BIKE REPAIR – Disponível para iOS (clique para baixar) e Android (clique para baixar)

Para que serve: Consertar a bicicleta se ela quebrar na rua.
Como funciona: Você indica onde está o problema (na correia ou no freio, por exemplo), e o app abre um guia ilustrado. US$ 3,99

WAZE – Disponível para iOS (clique para baixar) e Android (clique para baixar)

Para que serve: Irritar-se menos em congestionamentos.
Como funciona: É uma mistura de GPS e rede social de trânsito, que permite se comunicar com as pessoas que estão nos carros e ônibus próximos. GRÁTIS

GREENMETER – Disponível para iOS (clique para baixar)

Para que serve: Economizar combustível e poluir menos.
Como funciona: Usa os sensores de movimento embutidos no iPhone para calcular a velocidade e a aceleração do carro, e ensina a dirigir de forma mais econômica. US$ 5,99

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
2. CIDADANIA
Aplicativos que ajudam a fazer o bem: contribuir com projetos sociais, engajar-se em trabalho voluntário – ou oferecer um lugarzinho no seu sofá.

SPARKED – Disponível para iOS e Android (clique para baixar)
Acesse o site sparked.com/about/micro pelo navegador do celular

Para que serve: Ajudar os outros.
Como funciona: Lista organizações que estão precisando de ajuda com alguma coisa. Oferece 10,6 mil projetos de ONGs, principalmente nos Estados Unidos, com tarefas que levam de 15 minutos a duas horas para serem realizadas (os trabalhos mais solicitados são a criação de logotipos e sites, tradução e ações em mídias sociais). Diz reunir 70 mil voluntários cadastrados. GRÁTIS

GLOBALGIVING – Disponível para iOS (clique para baixar)

Para que serve: Fazer doações.
Como funciona: Reúne centenas de projetos humanitários pelo mundo para os quais é possível doar dinheiro – de esforços para reconstruir áreas afetadas por terremotos e tsunamis a ações de melhoria da saúde na África, por exemplo. É possível visualizar todos em um mapa e fazer buscas por país. As doações são feitas via cartão de crédito. GRÁTIS (donativos a partir de US$ 10).

KIVA – Disponível para iOS (clique para baixar) e Android (clique para baixar)

Para que serve: Emprestar dinheiro a quem precisa.
Como funciona: Permite fazer operações de microcrédito para pequenos agricultores e trabalhadores de países pobres. O serviço não garante que o dinheiro será devolvido, mas diz que 70% dos credores ficam satisfeitos e fazem mais de um empréstimo. GRÁTIS (empréstimos a partir de US$ 25).

COUCHSURFING – Disponível para iOS (clique para baixar) e Android (clique para baixar)

Para que serve: Hospedar viajantes e conhecer gente diferente.
Como funciona: Basta criar um perfil na rede social e buscar o sofá de alguém na cidade que você deseja visitar – ou oferecer o seu. Além de economizar dinheiro, a rede promove uma grande troca cultural, que não tem preço. GRÁTIS

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
3. ENERGIA
Sim, os gadgets são um problema ambiental (veja na pág. 26). Mas também podem ser parte
da solução.

VERDE – Disponível para iOS (clique para baixar)

Para que serve: Gastar menos eletricidade.
Como funciona: Você indica quais eletrodomésticos tem em casa e o app calcula quanto vai gastar de luz – e faz sugestões para reduzir o consumo. Interface meio confusa, mas funciona. GRÁTIS

SOLAR PANELS SUITABILITY CHECKER – Disponível para iOS (clique para baixar)

Para que serve: Saber se a sua casa pode ser alimentada por energia solar.
Como funciona: Descobre a localização da sua casa e mostra um mapa de satélite dizendo se o telhado pode receber um painel coletor de energia solar – e em qual direção ele deve ser instalado. GRÁTIS

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
4. MEIO AMBIENTE
Dicas para aprender a plantar, descobrir novas espécies e ver o que está acontecendo
com o planeta.

PROJECT NOAH (NETWORKED ORGANISMS) – Disponível para iOS e Android

Para que serve: Conhecer a fauna e a flora.
Como funciona: Você diz onde está, e o aplicativo mostra informações sobre as espécies nativas daquele lugar. Também é possível participar de gincanas e ajudar em projetos científicos tirando fotos de animais ou plantas. GRÁTIS

GARDENING TOOLKIT – Disponível para iOS

Para que serve: Aprender a cuidar de plantas e hortas.
Como funciona: Mostra milhares de dicas e permite agendar seus cuidados com as plantas (dia e horário de regá-las, por exemplo). Um alarme toca na hora da tarefa. US$ 1,99.

LEAFSNAP – Disponível para iOS

Para que serve: Descobrir qual é a espécie de uma planta.
Como funciona: Você fotografa uma folha da planta em questão e o aplicativo diz qual é a espécie. Para que o app funcione direito, a foto precisa ter fundo branco (coloque um papel atrás da folha). GRÁTIS

XWEATHER – Disponível para iOS

Para que serve: Acompanhar os fenômenos naturais.
Como funciona: É um mapa que mostra todos os eventos extremos (furacões, terremotos etc.) que estiverem acontecendo no planeta, com fotos e informações sobre cada um deles. US$ 1,99.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
5. SUSTENTABILIDADE
O que você consome, e o que joga no lixo, tem uma influência gigantesca sobre o futuro do planeta. Veja apps que ajudam a adquirir hábitos de consumo mais racionais.

GOOD GUIDE – Disponível para iOS e Android

Para que serve: Fazer compras mais conscientes.
Como funciona: No supermercado, você usa a câmera do celular para escanear o código de barras do produto que está comprando. Aí o aplicativo diz se aquele produto contém substâncias nocivas, se sua produção afeta o meio ambiente ou usa trabalho escravo – e, se for o caso, sugere alternativas. Ele foi criado pelo professor e ativista Dara O’Rourke, da Universidade da Califórnia, que se assustou ao ler o rótulo do protetor solar que havia comprado para a filha. O aplicativo conta com uma base de dados de 180 mil produtos. Eles são analisados por uma equipe de 20 pessoas, que inclui químicos, toxicologistas e nutricionistas. Ainda não há produtos brasileiros, mas os criadores do app dizem que gostariam de lançá-lo aqui. Em agosto, o aplicativo foi adquirido pela Underwriters Laboratories (UL), uma multinacional de certificação de produtos presente em 104 países. GRÁTIS

MANUAL DE ETIQUETA SUSTENTÁVEL – Disponível para iOS

Para que serve: Aprender boas maneiras ambientais.
Como funciona: Oferece uma coleção de dicas sobre energia, cidadania e consumo. Basta escolher algumas e tentar segui-las. O app mostra uma árvore virtual que cresce conforme você vai lendo as dicas. GRÁTIS

VIRTUALWATER – Disponível para iOS

Para que serve: Saber quanta água é gasta para fazer as coisas.
Como funciona: É pouco interativo, mas muito informativo. Você vai se surpreender com a quantidade de água gasta para produzir 1 kg de carne, por exemplo. US$ 1,99.

RECICLE RJ – Disponível para iOS e Android

Para que serve: Encontrar os pontos de coleta de material reciclável.
Como funciona: Usa o GPS do celular para indicar os locais de coleta mais próximos – por enquanto, apenas na cidade do Rio de Janeiro. O app foi criado pelos estudantes Eric Fernandes e Marcelo Paulon, de 17 e 16 anos. A ideia surgiu após Eric fazer uma arrumação em casa em que jogou um monte de papel fora. O jovem simplesmente não sabia onde levar para reciclar. Marcelo ajudou a escrever o app, que ficou pronto em menos de uma semana. “Além de incentivar mais pessoas a reciclar, também queremos despertar o interesse das empresas em abrir mais pontos de coleta”, diz. Hoje há 100 locais
cadastrados, que recebem papel, plástico e óleo de cozinha. GRÁTIS

BRNG.IT – Disponível para iOS

Para que serve: Evitar produtos descartáveis.
Como funciona: Toda vez que você optar por um item reutilizável, como uma caneca ou uma eco-bag, marca isso no aplicativo – e ele te dá pontos por isso. Dá para acompanhar os próprios hábitos e competir com os amigos. GRÁTIS

BNB (BE NICE TO BUNNIES) – Disponível para iOS

Para que serve: Saber quais produtos foram elaborados sem crueldade contra animais.
Como funciona: É um guia elaborado pela organização Peta (People for the Ethical Treatment of Animals). Indica desde maquiagens até materiais de limpeza que não são testados em animais. É possível procurar por marca, produtor ou tipo de produto. US$ 2,99.

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
6. COMIDA
Guias e ferramentas para encontrar culinária saudável e organizar melhor a própria lista de compras.

SP VEG – Disponível para iOS

Para que serve: Achar restaurantes vegetarianos em São Paulo.
Como funciona: Tem endereço, tele-fone e site de vários. Você também pode enviar suas descobertas. GRÁTIS Veja também o site segundasemcarne.com.br.

VEGANYUMYUM – Disponível para iOS

Para que serve: Aprender receitas vegetarianas.
Como funciona: Basta ler as receitas, desapegar da carne vermelha e botar a mão na massa de lasanha de berinjela. Tem de saber ler em inglês também. GRÁTIS Para Android, experimente o app Minhas Receitas Vegan, que está em português.

OUR GROCERIES – Disponível para iOS e Android

Para que serve: Evitar desperdício de comida em casa.
Como funciona: Você mora com outras pessoas? Este aplicativo compartilha a lista de compras, em tempo real, com todas elas – evitando que alguém adquira algo que o outro já comprou. GRÁTIS

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade