GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

3 problemas do iPhone X que apareceram após o lançamento

Tela que não responde ao toque, faixa de pixels verdes e defeito nos alto-falantes; veja problemas enfrentados por alguns compradores do novo smartphone

O iPhone X chegou ao mercado dos EUA, e outros países, em 3 de novembro. Além das pessoas que derrubaram o aparelho logo que o tiraram da caixa e das que não conseguiram ativá-lo por causa dos servidores da Apple, alguns consumidores reportam três problemas em algumas unidades do smartphone que marca os 10 anos do primeiro iPhone. O preço sugerido do aparelho para o mercado brasileiro é de a partir de R$ 7 mil.

O primeiro problema a aparecer foi a tela que não respondia ao toque. Em países nos quais a temperatura vai abaixo de zero graus Celsius, usuários começaram a relatar o problema. A Apple reconheceu que a tela pode parar de funcionar quando houver uma queda brusca de temperatura. Em ambientes de 0ºC a 35ºC, o iPhone X deve funcionar sem problemas. Para temperaturas congelantes, a empresa disse que vai liberar uma correção de software em breve.

O segundo foi o caso da linha verde. Na lateral direita da tela, alguns usuários reportaram que a chamada “linha verde da morte” aparecia em diversos pontos do sistema, incluindo na tela de bloqueio. Esse é o primeiro iPhone que conta com um display OLED. A Apple não se pronunciou sobre o problema, que atingiu um número limitado de iPhones X.

O terceiro problema identificado por consumidores nos alto-falantes do smartphone. Quando um som é reproduzido próximo do volume máximo do aparelho, pode haver ruídos de estalos. Um usuário do fórum Reddit disse que seu iPhone X chegou a ser trocado pela Apple, mas o problema persistiu na nova unidade. O iPhone 8 apresentou um problema semelhante que foi corrigido pela Apple com uma atualização de software. A fabricante também não se pronunciou sobre essa questão com o iPhone X.

O novo smartphone da Apple ainda não tem data oficial de lançamento no mercado brasileiro, apesar de ter seus preços de R$ 7 mil e R$ 7.800 reais para as edições com 64 e 256 GB de memória.

Conteúdo originalmente publicado em Exame.com