GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

A cratera que cresce sem parar

Atualmente, é responsável por metade da produção de cobre do Chile e pela sobrevivência dos 30 000 habitantes do povoado vizinho, também chamado Chuquicamata.

A maior mina a céu aberto do mundo é a de Chuquicamata, no Chile. É uma imensa cratera, de onde se extrai o minério de cobre. Tem 4 quilômetros de comprimento por 2 de largura, e uma profundidade de até 780 metros. Localizada no norte do Deserto de Atacama, é popularmente conhecida como “Chuqui”. As escavações da mina começaram em 1915 e jamais foram interrompidas. Sua produção chega a 1 000 toneladas de cobre diárias e ela funciona dia e noite sem parar. Atualmente, é responsável por metade da produção de cobre do Chile e pela sobrevivência dos 30 000 habitantes do povoado vizinho, também chamado Chuquicamata. Nos próximos anos, os habitantes terão que se mudar para uma cidade que está sendo construída numa região mais distante. Suas casas serão cobertas pela terra descartada na extração do cobre. Isso porque é mais barato construir uma nova cidade do que arcar com os custos de transporte dos rejeitos para lugares cada vez mais distantes.