GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Acorde, Bill Gates: tudo vai ser online

Várias empresas brigam para tomar posse do seu computador e mandá-lo para a computação em nuvem

Gustavo Brigatto

Você já ouviu falar de computação nas nuvens? Não, não é o título de um cd do Gilberto Gil. É a grande tendência da internet. Tudo o que hoje guardamos em nossos computadores – textos, fotos, músicas, programas – vai migrar para a rede. Quando precisarmos acessar essas informações, bastará entrar na internet e tudo estará lá, numa gigantesca “nuvem”. Chega de se preocupar com atualizações de softwares, compatibilidade, memória, vírus e espaço em disco. A internet e os provedores de serviços online vão cuidar de todos esses problemas. Divino, não? É bem possível que você já esteja na nuvem, editando textos no Google Docs ou armazenando arquivos no disco virtual SkyDrive.

• Algumas empresas já oferecem pacotes de programas que substituem quase tudo que você tem instalado no seu computador. Há opções para todos os bolsos. As nuvens S3 (Simple Storage Service) e EC2 (Elastic Computer Cloud), que foram criadas pela empresa americana Amazon, são pagas. Outras devem ser gratuitas e viver de publicidade. Google, IBM e Microsoft já estão com soluções no mercado, que ainda é pequeno. Mas o banco Morgan Stanley estima que deva faturar US$ 160 bilhões em todo o mundo até 2011.

• “Tudo que pensamos como um computador hoje é na verdade só um equipamento que se conecta a um grande computador que estamos construindo coletivamente”, diz Tim O’Reilly, considerado o pai do termo web 2.0. Para ele, tudo será movimentado pela necessidade dos usuários. Que usuários? O vice-presidente de soluções sob demanda do grupo de software da IBM, Willy Chiu, tem na ponta da língua: “A nova geração, que cresceu na internet e que espera esse tipo de transparência de seus bancos, seguros, plano de saúde etc.”

• Essa garotada vai empanturrar as novas redes de telefonia de 3a e 4a geração com celulares, notebooks e sabe-se lá mais o quê. Em 10 anos, os hds serão tão úteis quanto disquetes: não haverá distinção entre o que está e o que não está na nuvem.

O começo da nuvem

Amazon S3 (armazenamento), aws.amazon.com/s3

Amazon EC2 (processamento), aws.amazon.com/ec2

Google Docs (aplicativos de escritório), docs.google.com

G.ho.st (sistema operacional), g.ho.st

Photoshop Express (edição de imagens), www.photoshop.com/express

Salesforce (gestão de clientes e RH), www.salesforce.com

Plaxo (agenda de contatos),

www.plaxo.com