GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Água pura no canudinho

Filtro que fica dentro de um canudinho, que limpa a água por mais suja que esteja, está sendo importado pela empresa carioca Aqualar.

Os soldados americanos carregam entre seus apetrechos um canudinho para beber água. Não é nenhuma excentricidade, mas num filtro que purifica a água, por mais que ela esteja acabando com bactérias, vírus e parasitos. Capaz de destruir também o temido vibrião colérico, o filtro Ecomaster está sendo agora importado pela empresa carioca Aqualar. “Além desse modelo de bolso, que pesa cerca de 28 gramas, existem outros tamanhos, para serem usados em residências e até em reservatórios públicos”, conta Luiz Felipe Aché Filho, sócio da Aqualar.

Todos os filtros são compostos de duas camadas. A primeira é uma resina tratada com uma solução de iodo. Quando a água passa por ela, o iodo é transferido diretamente para as moléculas de proteínas e lipídios dos microorganismos patogênicos, impedindo sua reprodução e tornando-os portanto inofensivos. Se não houver microorganismos na água, o iodo não será liberado. A camada seguinte é de carbono poroso cheio de canais, como se fosse um favo de mel. Enquanto a água flui por esses canais, os resíduos contaminantes são absorvidos, chegando o líquido limpo e saudável ao seu destino.